Tanzania

Já visitou os EUA, a Austrália ou o Japão? Vai fazer uma viagem em breve? Este é o local ideal para nos contar as suas experiências nesses países e recomendar bares e cervejas locais.
beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Tanzania

Mensagempor beertruck » quarta mai 02, 2007 17:54

Estou só a abrir o tópico para me sentir obrigado a aqui voltar e escrever qq coisa (e não deixar que a habitual falta de tempo me impeça de deixar umas linhas) sobre a cervejas deste país que visitei recentemente.

Voltarei aqui brevemente!

Não que haja muito para dizer (no que diz respeito a cerveja)...


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3046
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » quarta mai 02, 2007 18:06

Sejas bem vindo beertuck. Espero que essas férias tenham sido retemperadoras.

Pois, a Tanzânia é capaz de não ser propriamente um país bom para experimentar cerveja. Logo o facto de haver alguma escassez de água é limitador Mas que deve ser muito belo, isso não tenho dúvida.

Abraço,


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » quinta mai 24, 2007 18:56

Como tinha previsto, fiz bem em abrir este tópico para me sentir obrigado a aqui vir deixar umas linhas. O regresso de férias foi de muito trabalho, o que não me deixou tempo para frequentar o fórum assiduamente, como era meu hábito. Já me estava a esquecer de fazer o “report” quando, numa passagem relâmpago aqui pelo sub-fórum “Cerveja e Viagens” dei de caras com este tópico. Não perdiam grande coisa… mas a promessa estava feita… e agora está cumprida.

A Tanzânia é um destino de férias que recomendo vivamente a qualquer um. É um país de uma enorme beleza natural, com paisagens que nos deixam de boca aberta. Para quem gosta de animais selvagens no seu habitat natural, ainda mais recomendável é. Mesmo para quem, como nós, não dispensa uma cervejinha saborosa de vez em quando. É que, do ponto de vista cervejeiro, é um país árido como o Serengeti, o seu mais famoso parque nacional. Com uma única excepção!...

O que se bebe por lá são vulgares “macro pale lagers“, produzidas localmente pela Tanzanian Breweries (grupo SABMiller), iguais às que se encontram por todo o mundo. Umas com 100% de malte de cevada, outras com adjuntos. Umas mais aguadas, outras menos aguadas. Umas mais fortes, outras mais fracas (mas todas entre os 4.2% e os 5.5% alc. v/v). Dentro deste fraco leque de escolhas, as minhas preferidas (porque tinham algum sabor) foram a Safari (omnipresente) e a Ndovu (só encontrei no aeroporto). As outras eram ainda mais vulgares: Serengeti, Kilimanjaro, Castle (produzida sob licença da SABMiller) e a Tusker (produzida sob licença da East African Breweries do Kenya, também do grupo SAB). A Heineken também se encontrava facilmente mas, enquanto lá estive, não bebi nenhuma.

De resto apenas duas cervejas fogem a este registo.

Uma, ainda pior que as outras - a Bia Bingwa - uma cerveja com 7% alc. v/v, que me tinha sido recomendada pelo nosso guia e que nunca encontrei durante a estadia. A meu pedido, antes de nos virmos embora, ele lá me arranjou uma garrafita, que eu trouxe, com grandes expectativas, na bagagem para Lisboa. A decepção foi grande (mas quem é que me manda confiar no gosto de uma pessoa que come térmitas…): esta cerveja fica claramente entre as piores cervejas que eu já bebi. Fez-me lembrar os malt liquors “Amsterdam” de que eu já falei algures aqui no fórum. Mas, talvez, ainda um bocadinho pior.

A outra excepção foi, de longe, a melhor cerveja que eu bebi por lá (e também trouxe uma garrafa na bagagem, porque lá apenas tive oportunidade de beber uma). Apesar de ser produzida na Tanzânia, não se pode dizer que seja uma cerveja daquele país: é a Guinness Foreign Extra Stout, irmã da cerveja com o mesmo nome produzida na Nigéria e Jamaica e prima da Special Export produzida em Dublin para o mercado belga. Embora me tenha parecido (muito) ligeiramente inferior à versão belga, é-lhe muito semelhante e… é uma óptima cerveja, com um sabor tostado muito forte, muito agressiva ao primeiro contacto, parecendo quase arranhar a garganta. À medida que vai aquecendo no copo vai amaciando, aveludando e soltando um aroma intenso a café. É a tal história do “primeiro estranha-se, depois entranha-se”. Apesar de estar próximo do equador quando a bebi, o que, teoricamente, puxaria para uma cerveja mais refrescante, estávamos na época das chuvas (20 e tal de Abril) e em altitude, pelo que foi a cerveja ideal para uma noite chuvosa e um pouco fresca. Ainda mais, estando alojado numa plantação de café. Mas a que bebi cá também não me soube nada mal!…

Resumindo, uma viagem que recomendo, mas que desaponta do ponto de vista cervejeiro (mas quem vai lá, concerteza já vai preparado para isso). Tendo oportunidade, como eu tive (e deve-se fazer por ter), uma escala de umas horas em Amesterdão pode ser uma óptima compensação (hei-de escrever sobre isso um mês dia destes, num tópico dedicado e que já abri). 8)


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » quinta mai 24, 2007 19:04

Epá!... que isto ficou comprido... e com um aspecto muito denso!...

Umas fotos ficavam bem, mas para além de não ter muitas, ainda tenho de aprender a pô-las aqui.

Quam sabe, daqui a um mês...



Voltar para “VIAGENS E CERVEJA”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes