Berlim e arredores!

Já visitou os EUA, a Austrália ou o Japão? Vai fazer uma viagem em breve? Este é o local ideal para nos contar as suas experiências nesses países e recomendar bares e cervejas locais.
Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Berlim e arredores!

Mensagempor bmxutos » segunda jun 18, 2007 12:53

Caríssimos,

Após umas curtas mas revigorantes férias, eis-me de volta ao burgo e às lides cervejeiras. A Alemanha confirmou-se como um destino de eleição para qualquer apreciador de cerveja, mas os seus encantos não se ficam por aí. Infelizmente, o tempo que tenho disponível não permite grandes textos e histórias sobre o assunto. Vou tentar ir escrevendo algumas coisas ao longo desta semana.

Em primeiro lugar, um destaque para os alemães. Povo cordial, educado, cumpridor. Fomos sempre muito bem atendidos e o único senão será a dificuldade em nos fazermos entender. De facto, poucas pessoas falavam inglês correctamente, já para não mencionar o francês, espanhol ou italiano, línguas de que me socorri quando o diálogo era de todo impossível. Mas bom, nunca deixei de obter o que pretendia apesar de algumas vezes ir um pouco "às apalpadelas" visto que, por exemplo, muitos dos menus de restaurantes só existirem em alemão, o mesmo se passando com as informações nos meios des transportes e museus. Pergunto-me se tal seria possível em Portugal ou no Brasil, isto é, haver informações só em português. Aliás, tal não seria estranho, considerando que o português é a 5ª ou 6ª língua mais falada no mundo, bem à frente do alemão... Mas isto constitui apenas um aparte e que serve apenas de aviso a possíveis turistas do Cdm!

Como o título indica, a minha visita cingiu-se a Berlim e arredores. Guardei a Baviera para outra altura, nomeadamente para o período da Oktoberfest. Quem sabe não se organiza uma excursão do CdM para uma visita em conjunto?! A cidade de Berlim é extremamente moderna, segura e limpa. Existe um excelente sistema de transportes públicos e a condução é facilitada pelo civismo das pessoas. Buzinadelas? Arranques a queimar pneus? Travagens no limite? São coisas que parecem não existir. E tal não se deve à qualidade dos carros. BMW, Mercedes e Porsche são marcas muito frequentes. Tranbant's quase já não existem e os que ainda circulam quase parecem de colecção.

Imagem

Relativamente a monumentos, a cidade apresenta alguma escassez, fruto da 2ª Guerra Mundial. No entanto, louve-se o esforço de reconstrução demosntrado em inúmeros edifícios clássicos perfeitamente recuperados e que, só através do guia que levei, me apercebi serem recentes e não do século XVII ou XVIII. A falta de igrejas ou palácios históricos é compensada por inúmeros museus, alguns de nível mundial. Destaque para a Gemaldegalerie (pintura), o Kunstgewerbemuseum (museu de artes e ofícios), o Pergamonmuseum (colecção de antiguidades do mundo) ou o Bode Museum.

Eis uma obra egípcia no Altes Museum

Imagem

e um quadro do Pieter Brueghel, o Velho, na Gemaldegalerie

Imagem

De resto, inúmeros espaços verdes, preços bastante acessíveis tendo em consideração que se trata de uma capital de um país do centro da Europa e amabilidade das pessoas. Para além dos museus e alguns spots de visita quase que obrigatória (Porta de Brandenburgo, zonas do Muro de Berlim, Reichstag, Fernsehturm, etc) há que destacar a qualidade geral da vida na cidade. Inúmeros restaurantes, cafés e bares, circulação para peões e ciclistas facilitada, jardins para descansar, centenas de lojas com toda a espécie de artigos à venda... enfim, um manancial de pequenos pormenores que tornam uma visita extremamente agradável, apesar do carácter ultra-moderno da cidade e a escassez, como já referi, de monumentos de grande relevo.

Foar de Belim, o destaque vai sem sombra de dúvidas para Potsdam. Pequena mas muito bonita, mantém um espírito quase medieval e uma luz e beleza natural. Uma visita ao Schloss Sanssouci e ao Neues Palais, ambos no Park Sanssouci são obrigatórias.

Imagem do Neues Palais

Imagem

e da Chinesisches Teehaus

Imagem
Última edição por bmxutos em segunda jun 18, 2007 15:01, editado 1 vez no total.


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » segunda jun 18, 2007 13:44

Bom, este intróito já vai longo pelo que vamos passar a algo de importante: comida e bebida!!! :P

Come-se bem na Alemanha e relativamente barato. Aliás, para os padrões de vida dos locais, jantar fora deve ser baratíssimo pois os preços eram muito semelhantes aos que se praticam em Portugal, talvez mesmo inferiores. Só que os salários não são propriamente os mesmos, como nós sabemos....

A carne e a batata assumem papel preponderante na cozinha berlinense. As quantidades são enormes e existe também muita oferta de comida étnica, especialmente turca, japonesa e indiana. Excelentes os pratos típicos de Currywurst, o Eisbein ou o Zanderfilet. Aliás, nesta terra ninguém passa fome pois existem inúmera pequenas lojas ambulantes, espalhadas um pouco por todo o lado, que vendem salsichas, bretzel, bagels ou qualquer outro pequeno snack que ajude a matar a fome.

Quanto a bebidas, a cerveja é a rainha, como seria lógico! Homens e mulheres de igual modo bebem autênticos jarros de cerveja a qualquer hora do dia. E é mesmo a qualquer hora!! Várias vezes assisti a pessoas a despejarem canecas de 0.5l e 1l de cerveja às 10h da manhã. Aliás, uma imagem bastante comum é a de ver as pessoas, principalmente jovens, a passearem na rua com uma garrafa de cerveja na mão. Quase ao género do que se faz em Portugal com o cigarro. Curiosamente nunca vi ninguém bêbado. Só mesmo as hordas de jovens ingleses e americanos que, infelizmente, mesmo em países que não são os seus de origem, teimam em não se saber comportar, exagerando ao ponto de incomodar as pessoas e se transformarem em autênticos bárbaros! Um pouco à imagem do que se passa no Algarve.

Vamo agora a alguns factos sobre cerveja. Pelo que vi e senti, posso constatar o seguinte:

- uma em cada duas cervejas vendidas é uma weizen.

- bebe-se pouca cerveja escura (talvez por estarmos no Verão e as temperaturas terem estado altas). Algumas dunkel weizen e schwarzbiers e pouco mais.

- em bares e restaurantes sem grande variedade cervejeira, assim como na rua e supermercados, a cerveja mais vendida é a Beck's.

- cervejas portuguesas ou brasileiras nem vê-las. A excepção foi numa excelente loja perto da Savigny PLatz que tinha cervejas de todo o mundo.

- Heineken e Carlsberg? Não lhes vi rasto.

- os copos são quase sempre da marca da cerveja que estamos a beber e há um cuidado geral na forma como se tira ou serve a cerveja.

- As weizen vêm sempre em copos de 0,5l ou maiores. As pils podem vir em copos de 0,4l ou 0,33l. Nunca menos. Não há minis ou imperiais.

- As cervejas, ao contrário do que acontece com a comida, podem ser caras. Aliás, todas as bebidas eras tendencialmente caras. Num bar, os cocktails tipo mojito ou caipirinha nunca eram menos de 7€. As weizen saiam a 3,5€ (isto no restaurante).

- Finalmente, fiquei surpreendido pela quantidade de cerveja com mistura que se bebe. Aproximadamente 1 em 3 cervejas eram servidas com qualquer mistura. Desde as Radler ou Alster (pilsner+limão) e as Russ (weizen+limão), passando pelas diesel (cola+cerveja), enfim, uma manancial de misturas já feitas ou preparadas no local. Aliás, a publicidade às cervejas com misturas era enorme e a aceitação pareceu-me impressionante!!!

Dito isto, está na altura de fazer um breve resumo pelas cervejas que fui experimentando. Confesso que nunca bebi tantas weizen na minha vida. e nestas, a marca com melhor distribuição era a Erdinger. Portanto, várias Erdinger Hefe-Weizen ou Dunkel Weiss me passaram pelo goto. Para além destas, destaques também para as:

- Weihenstephan Hefeweissbier Dunkel e Hefeweissbier (num bar que é mesmo da Weiheinstephan, ao género de sucursal da firma bávara. Excelente.)

Imagem

- Lindenbräu Hofbräu-Weisse e a mesma cerveja misturada com pepsi e uma colher de licor de ginja (esta Lindenbrau é feita no local, mais propriamente no Sony Center perto da Potsdamer Platz. Trata-se de uma boa Hefe, com as características notas de banana, algum caramelo e mais opaca e alaranjada do que o habitual. Forte sabor a especiarias. A outra cerveja, a misturada, tinha um sabor agradável mas demasiado doce. No entanto, a minha namorada adorou! :) ).

Imagem

Imagem

Maquinaria na Lindenbrau-Hofbrau:

Imagem

Continuo mais tarde... :wink:


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » segunda jun 18, 2007 14:58

Bem vindo, Bruno!

Que alívio saber que estiveste de férias.
Confesso que estava com receio que tivesses deixado de gostar de cerveja! :lol: :wink:
Mas ainda bem que foram apenas umas férias. E num bom destino cervejeiro! Já estou cheio de inveja!
Falando de cerveja: bebeste alguma Berliner Weisse? Ao que parece costumam-se (devem-se?!?) beber misturadas com outras bebidas. Deve ser daí que eles ganharam o hábito de fazer essas misturas todas :roll: .

Abraço
Joao


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » segunda jun 18, 2007 15:09

Obrigado pelos boas-vindas beertruck! Agora, que ideia é essa de eu ter deixado de gostar de cerveja?! Se eu até me predisponho a beber a SB Tango só para a classificar!!!... :mrgreen: :wink:

Quanto à Berliner Weisse: sim bebi e existe um grande "hype" à volta dela. Aliás, vai ser parte importante do texto que espero escrever logo a noite para concluir esta minha volta pela Alemanha.

Abraço,


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » segunda jun 18, 2007 19:23

Bom, voltando à vaca fria:

- Outra paragem interessante aconteceu na Georgbraeu Brauhaus, onde bebi a única cerveja produzida pela própria casa disponível na altura, uma Helles. Infelizmente a dunkel estava esgotada! A cerveja não me pareceu nada de especial. Bastante amarga e pouco equilibrada. Aliás, a excessiva adstringência pareceu-me mesmo despropositada, facto talvez explicável pela excessiva actividade do fermento que consumiu todo o carácter do malte, deixando o lúpulo demasiado "à vista". De resto, o spot é magnífico, com vista para o rio Spree e mesmo dentro do Nikolaiviertel, um bairro muito bonito e característico. A comida pareceu-me boa, apesar de não ter experimentado.

Imagem

- e chegamos à bebida que mais vezes vi consumida pelas senhoras e não só! A Berliner Kindl Weiss mit Schuss (uma mistura de cerveja com licor que no caso desta foto, era de aspérula, o que tornava a bebida verde; se fosse framboesa a bebida ficava vermelha). Sorte a da berliner Kindl que se lembrou de criar este produto pois muitos milhares de hectolitros deve de estar a vender. Impressionante, mesmo! Experimentei e não gostei, sinceramente. O verde sabia-me algo a remédio e o vermelho era demasiado doce. Pareceu-me, no entanto, um bom produto para quem não gosta de cerveja! Bom, a minha namorada gostou bastante, mais uma vez! :)

Imagem

- ao mesmo tempo que a Berliner Weiss marchava, eu entretia-me com uma Lubzer Pils, uma lager fraquinha mas bebível.

Imagem

- um dos jantares foi num restaurante grego onde comi um excelente gyros. Para acompanhar? Cerveja grega. Pois, a escolha não foi garnde coisa e a Achilles Bier não me convenceu. Tive de, quase em seguida, ir a uma zona de bares perto da Oranienburger Strasse e pedir uma Newcastle Brown Ale. Smooth!

Imagem

Imagem

- enfim, os dias foram decorrendo e entre Erdingers e Weihenstephaners, lá experimentei mais uma ou duas cervejas que merecem destaque, nomeadamente esta Valentins Dunkles Hefeweizen:

Imagem

- a menos interessante Potsdamer Rex

Imagem

- a excelente Schneider Weiss

Imagem

- ou ainda a pouco comum Zunft Kolsch

Imagem

Não vos vou estar a maçar mais com relatos e fotografias. Acrescento apenas, em jeito de conclusão, que a Alemanha é um destino de eleição para pessoas que, como nós, apreciam cerveja. Muita variedade e bastante qualidade. Tenho pena de não me ter aventurado pelos campos e aldeias onde existem pequenos produtores e cervejas caseiras de eleição. Mas, como amostra, esta viagem revelou-se muito positiva.

Abraço,


Avatar do Utilizador
VicMaP
BeerMaster
Mensagens: 341
Registado: domingo dez 03, 2006 18:37
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor VicMaP » segunda jun 18, 2007 20:18

Bem Vindo, Bruno!

Já vi que a viagem foi produtiuva. Com isso tudo já te desabituaste das "velhas" cervejuas belgas! :))
Bem, assim vale a pena! Ganda variedade, hein?
Fico à espera de ir até lá numa próxima ocasião.

Abraço

Vic


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » terça jun 19, 2007 9:42

Bruno,
Chegaste a experimentar a Berliner Weisse, sem misturas? Ao que parece, é muito ácida e tem mesmo de ser "cortada" com outra bebida (normalmente, doce)...


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » terça jun 19, 2007 10:33

beertruck Escreveu:Bruno,
Chegaste a experimentar a Berliner Weisse, sem misturas? Ao que parece, é muito ácida e tem mesmo de ser "cortada" com outra bebida (normalmente, doce)...


Sim, bebi a que penso ser a original: a Berliner Kindl Weiss. É, de facto, bastante amarga. Em inglês diria que é dry, sour and crispy! Mas, apesar de ser uma cerveja estranha e diferente do que estamos habituados para uma weiss, não chega aos extremos, digamos, de uma gueuze. Acredito que para quem esteja menos acostumado a estas coisas, seja difícil apreciar à primeira ou mesmo à segunda. Mas é uma cerveja extremamente refrescante, com um bom toque de limão. O problema é que tendem a servi-la com uma rodela de limão, pelo que temos de pedir que não o façam!

Abraço,


Avatar do Utilizador
Cerevisiae
8ª Colina
Mensagens: 670
Registado: segunda dez 04, 2006 0:12
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor Cerevisiae » domingo jun 24, 2007 1:05

Viva Bruno

Grandes posts, como é hábito. Até dá vontade de beber o ecran!
ficaste fã da Reinheitsgebot ? Pelo que vi percorreste os estilos clássicos: pils, kolsh, weizen (dunkel e helles) e wiess.

Esta viagem do Bruno volta a colocar-me em mente uma ideia antiga: BrewTurism, ou seja, turismo cervejeiro. o que acham ?


Avatar do Utilizador
tom_po
BeerMaster
Mensagens: 285
Registado: terça jan 30, 2007 9:34
Localização: Braga
Contacto:

Re: Berlim e arredores!

Mensagempor tom_po » domingo jun 24, 2007 10:43

bmxutos Escreveu:Caríssimos,
A Alemanha confirmou-se como um destino de eleição para qualquer apreciador de cerveja, mas os seus encantos não se ficam por aí.
Em primeiro lugar, um destaque para os alemães. Povo cordial, educado, cumpridor. Fomos sempre muito bem atendidos e o único senão será a dificuldade em nos fazermos entender


Fiquei muito contente sobre tua impressão! Se um dia voltas para Alemanha, não perdes a oportunidade de visitar a Muniche, mas em especial tentando visitar as cidades mais pequenas ao sul de Muniche ou no estado "Franken", onde tem inúmeros cervejarias pequenas com excelente comida e cerveja.
A "Oktoberfest" vale uma visita, mas é uma confusão enorme!

Fizeste aqui um posting muito bonito, claro eu pessoalmente adorei mesmo.


Avatar do Utilizador
tom_po
BeerMaster
Mensagens: 285
Registado: terça jan 30, 2007 9:34
Localização: Braga
Contacto:

Mensagempor tom_po » domingo jun 24, 2007 10:51

Cerevisiae Escreveu:Viva Bruno
Esta viagem do Bruno volta a colocar-me em mente uma ideia antiga: BrewTurism, ou seja, turismo cervejeiro. o que acham ?


Boa ideia, Fernando, porque não aumentas as tuas activades da loja/empesa, se precisas um guia para Alemanha, certo pudia ser util....(hehehehe)

Mas nunca se sabe, as vezes, uma brincadeira pode ser tornar realidade...

Já mando aqui um link dumas cervejarias/restaurantes típicas, que fazem a própria cerveja com comidas caseiras da cada região.
No topo pode escolher o pais (região) da Alemanha, conçelho de comecar com "Bayern":
http://www.hausbrauerei.de/brauereien/brauer_d.php
(a palavra "Hausbrauerei" significa cervejaria da casa)

Depois o maior parte das casas tem próprio link para visitar a página deles, claro, é quase tudo em alemão, mas é só para dar uma ideia e criar apetite....

Este link tambem serve para todos os nossos amigos neste Forum, talvez alguem passa este verão lá nas ferias e talvez esteja perto duma cervejaria da lista...
Última edição por tom_po em domingo jun 24, 2007 11:44, editado 3 vezes no total.


Avatar do Utilizador
tom_po
BeerMaster
Mensagens: 285
Registado: terça jan 30, 2007 9:34
Localização: Braga
Contacto:

Mensagempor tom_po » domingo jun 24, 2007 11:12

Weihenstephan Hefeweissbier Dunkel e Hefeweissbier (num bar que é mesmo da Weiheinstephan, ao género de sucursal da firma bávara. Excelente.)

Bruno, fui ver o link do site da Weihenstephan, para quem, que gosta saber mais informaçoes, é realmente um Weizen excelente.
http://www.brauerei-weihenstephan.de/in ... 0ffb383465

esta Lindenbrau é feita no local, mais propriamente no Sony Center perto da Potsdamer Platz

aqui o link da Lindenbräu, que tu visitaste
http://linden-hopfinger-braeu.de/+linde ... p?lang=eng

a excelente Schneider Weiss

que é o meu favorito absoluto, aqui o link (infelizmente só em alemão):
http://www.schneider-weisse.com/


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » domingo jun 24, 2007 12:17

Caro Thomas,

ainda bem que gostaste do post mas acredita, o prazer foi todo meu! :)

Como referi, adorei a viagem e só tenho pena de não ter saído tanto da zona urbana de Berlim, na busca daquelas pequenas terras e pequenas micro-cervejarias que devem produzir cervejas de beber e chorar por mais!

Mas tal ficará para uma próxima ocasião, talvez já inserido no projecto de cervejo-turismo do Cerevisiae. Aliás, já tinhamos falado dessa questão num dos encontros do CdM e também achei que era uma grande ideia. Não é uma novidade a nível mundial, nomeadamente nos EUA. Mas o sucesso que tem tido faz-nos pensar porque não experimentar em Portugal e ver se resulta ou não! Acho que é uma ideia que o Fernando tem para lá a fermentar. Esperemos que o engarrafamento tenha sucesso! :wink:

Aproveito também para agradecer os links que colocaste. Reavivam algumas boas memórias. Só tenho coisas boas a dizer acerca da Weihenstephan e da Schneider: ambas de grande qualidade. Curiosamente e ao contrário de alguns comentários que já li noutras partes, acabei por gostar da Lindenbrau. Não apenas em termos da cerveja mas englobando tudo: serviço, comida e espaço. Um must no centro de Berlim e numa visista ao Sony Center.

Este link que partilhaste é fabuloso:

http://www.hausbrauerei.de/brauereien/brauer_d.php

Uma lista de sonho para qualquer apreciaodr de cerveja!!! :roll:

Aproveito para acrescentar que, ao percorrer a lista, deparei com a Brauhaus Mitte, uma cervejaria que também visitei perto da Alexanderplatz. Não comentei aqui pois não dava para falar de tudo mas fiquei com uma impressão razoável (mais positiva a cerveja, uma Marzen e o equipamento, do que a decoração e localização do espaço). Aos poucos ainda me vou lembrando de outros pormenores que tentarei partilhar convosco.

Abraço.


Avatar do Utilizador
Cerevisiae
8ª Colina
Mensagens: 670
Registado: segunda dez 04, 2006 0:12
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor Cerevisiae » segunda jun 25, 2007 0:08

tom_po Escreveu:
Cerevisiae Escreveu:Viva Bruno
Esta viagem do Bruno volta a colocar-me em mente uma ideia antiga: BrewTurism, ou seja, turismo cervejeiro. o que acham ?


Boa ideia, Fernando, porque não aumentas as tuas activades da loja/empesa, se precisas um guia para Alemanha, certo pudia ser util....(hehehehe)

Mas nunca se sabe, as vezes, uma brincadeira pode ser tornar realidade...



Esta é uma ideia que surgiu numa conversa com um amigo. Creio que quando as pessoas conhecerem melhor os vários estilos de cerveja estarão mais interessadas na sua história e em conhecer a sua proveniência tradições, etc. Aí estaremos em condições de equacionar o Cerveturismo. Acabei de inventar a palavra! :D

Talvez seja um projecto a médio-longo prazo, mas acredito que irá concretizar-se

Se a malta do CdM quiser fazer uma viagem de Cerveturismo à Alemanha já temos o Thomas como guia!

Prosit



Voltar para “VIAGENS E CERVEJA”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes