Parou de Borbulhar - e agora?

Todas as fases de produção de uma cerveja, truques e dicas.
El_Zorro
Bebedor de minis!
Mensagens: 28
Registado: segunda mai 21, 2012 21:11

Parou de Borbulhar - e agora?

Mensagempor El_Zorro » terça mai 29, 2012 10:13

Boas pessoal... Desculpem vir, uma vez mais com perguntas de nabo...
Este domingo fiz a minha primeira cerveja - 20 litros de pilsener directamente a partir de grão. Fiz tudo direitinho e sem problemas de maior...

Segunda feira pela manhã aquilo borbulhava que era uma alegria! Até dava gosto ver... Mas ao fim do dia PAROU!... A cuba continua inchada (se lhe tocar saem borbulhas)... Estou um bocado preocupado.. Segundo a receita que estou a seguir devia ficar neste fermentador primário durante 4 dias.

O que posso fazer? Já li que podia abrir o fermentador para oxigenar o mosto... Não vai agravar a situação? Soluções?

Desde já obrigado pela vossa ajuda! Abraço!


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3046
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » terça mai 29, 2012 11:56

Boas.

Calma. Pode ter parado por agora e voltar a fermentar fortemente. nada está perdido! :wink:

A sala onde tens o fermentador está a que temperatura?

Abraço,


El_Zorro
Bebedor de minis!
Mensagens: 28
Registado: segunda mai 21, 2012 21:11

Mensagempor El_Zorro » terça mai 29, 2012 12:20

Está, sensivelmente a 23º... De dia aquece um pouco mais e à noite por volta dos 20º...


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3046
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » terça mai 29, 2012 16:44

A pergunta pode parecer estranha apesar de teres dito que estavas a fazer uma Pilsner mas... utilizaste fermento para ale ou lager?


El_Zorro
Bebedor de minis!
Mensagens: 28
Registado: segunda mai 21, 2012 21:11

Já borbulha!

Mensagempor El_Zorro » quarta mai 30, 2012 14:02

Boas. Para Ale, claro. É uma levedura da Brewferm que fazia parte do kit receita...

Entretanto contactei a Oficina da Cerveja e já estou mais descansado - fiz a transfega para o fermentador secundário e constatei que a minha cerveja continua a borbulhar - muito lentamente, talvez uma ou duas bolhas por hora.. Mas a borbulhar...

Daqui a umas semanas dou notícias, esperando que a cervejinha fique porreira!

Abraço e obrigado!


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3046
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » quarta mai 30, 2012 15:54

Ok, ainda bem que se está a resolver.

Só perguntei a questão da levedura pois como sabes a Pilsener é um estilo de baixa fermentação e logo fermenta a temperaturas mais baixas. Os 23º eram muito altos.

Mas como estás a utilizar levedura de Ale (técnica muito recorrente nos cervejeiros artesanais, que consiste em elaborar uma Lager com levedura de Ale, por causa da dificuldade em baixar as temperaturas) tudo deve estar bem.

O pessoal da Oficina percebe do assunto pelo que estás em boas mãos!

Boa sorte com essa cerveja.

Abraço,


Avatar do Utilizador
nicko
Beer Hunter
Mensagens: 81
Registado: domingo set 25, 2011 12:13
Localização: Porto

Mensagempor nicko » quarta mai 30, 2012 17:40

De todo o modo, com os dias como estão... pelo sim, pelo não, leváva-a para um local mais fresco...
As caves/garagens/arrumos são uma boa solução nesta altura do ano...

São locais mais frescos e com variações de temperatura diárias mais pequenas...

Ainda hoje tive a infeliz constatação de provar uma Irish Red Ale, onde depositava grandes esperanças (e tempo gasto!!!), que deve ter tido uma fermentação acima das temperaturas ideiais... Funk, funk funk!
:(

A Porter que fiz no sábado foi já a correr para a garagem... está a uns perfeitos 21,5º... A ver se se safa!


El_Zorro
Bebedor de minis!
Mensagens: 28
Registado: segunda mai 21, 2012 21:11

Já está na garrafa!

Mensagempor El_Zorro » quinta jun 07, 2012 16:08

Boas.
Uma vez mais obrigado pela vossa ajuda. Nos últimos dias controlei melhor a temperatura e instalei uma ventoinha na sala de produção - resultado: temperaturas a rondar os 21º, com uma variação diária inferior a 1º... Ou seja, bastante próximo do ideal.

Continuando a seguir a receita, hoje era dia de engarrafar a minha primeira produção. Tirei uma amostra, cheirei, provei... Cheira e sabe a cerveja e parece estar espectacular... Mas ao medir a densidade... Está bastante acima do esperado. (DF: 1.020) Segundo a receita deveria estar pelos 1.011.

Ora, sendo a minha Densidade Inicial de 1.045 (segundo a receita deveria ser 1.050) o que poderá ter falhado? Segundo as minhas contas isto dará uma percentagem de alcóol de 3,3% o que é bastante me parece ser uma cerveja fraquinha e com pouco corpo - a meu paladar aponta também para isso...

Entretanto, e como já não aguento tanta espera acabei por engarrafar. Deixar mais tempo no fermentador seria a melhor solução? Teria sido possível chegar aos valores esperados?

Abraço e obrigado.


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3046
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Já está na garrafa!

Mensagempor bmxutos » quinta jun 14, 2012 16:56

El_Zorro Escreveu:Boas.
Uma vez mais obrigado pela vossa ajuda. Nos últimos dias controlei melhor a temperatura e instalei uma ventoinha na sala de produção - resultado: temperaturas a rondar os 21º, com uma variação diária inferior a 1º... Ou seja, bastante próximo do ideal.

Continuando a seguir a receita, hoje era dia de engarrafar a minha primeira produção. Tirei uma amostra, cheirei, provei... Cheira e sabe a cerveja e parece estar espectacular... Mas ao medir a densidade... Está bastante acima do esperado. (DF: 1.020) Segundo a receita deveria estar pelos 1.011.

Ora, sendo a minha Densidade Inicial de 1.045 (segundo a receita deveria ser 1.050) o que poderá ter falhado? Segundo as minhas contas isto dará uma percentagem de alcóol de 3,3% o que é bastante me parece ser uma cerveja fraquinha e com pouco corpo - a meu paladar aponta também para isso...

Entretanto, e como já não aguento tanta espera acabei por engarrafar. Deixar mais tempo no fermentador seria a melhor solução? Teria sido possível chegar aos valores esperados?

Abraço e obrigado.


Desculpa mas só agora vi o teu post.

A temperatura baixou o que é bom para a tua cerveja. Quanto à DF, uma diferença de 1.011 para 1.020 não é assim tão significativa... :wink: Aliás, se achas que está fraquinha ainda bem que o valor é superior. Deves ter ficado com uma cerveja mais seca e "crisp". Digo eu.

Há vários truques para subires a DF, mas tudo depende um pouco do estilo ou daquilo que pretendes para a tua cerveja. Para isso podias passar para um guarda secundário e adicionar uma nova fonte de açúcares, como por exemplo lactose. Ou se quiseres arriscar, talvez umas passas de uva! Isto irá contribuir para uma sensação mais doce na tua cerveja. Se quiseres evitar isso, na altura de engarrafares e do priming podes juntar um pouco de maltodextrina, que trará corpo e não tanto doce como a lactose.

Há vários truques mas como já engarrafaste... agora é beber! :D

Abraço,


El_Zorro
Bebedor de minis!
Mensagens: 28
Registado: segunda mai 21, 2012 21:11

Mensagempor El_Zorro » quinta ago 16, 2012 14:46

Dar-vos notas desta cerveja, de que só restam 2L... No meu humilde entender muito boa, saborosa e fresca... Faz-me lembrar uma Corona, leve.. Ainda não experimentei com lima... No entanto nota-se que falta ali qualquer coisa, isto é... um pouco mais de grau ficar-lhe-ia muito bem...

É uma receita a repetir...



Voltar para “O PROCESSO DE ELABORAÇÃO”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 5 visitantes