Fazes Cerveja ???

Todas as fases de produção de uma cerveja, truques e dicas.

Que ideia têm da cerveja feita em casa?

Melhor que as cervejas comuns!
36
90%
Razoavel!
3
8%
Atentado à saúde pública...
1
3%
 
Total de votos: 40
Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Fazes Cerveja ???

Mensagempor ptlsousa » quinta set 07, 2006 3:50

Vou iniciar um Tópico sobre: ZIMURGIA (a arte de fazer cerveja).

Há alguem que faça cerveja neste Fórum?

Alguem conhece a legislação portuguesa que estipula a produção e comercialização de cerveja ?

Saudações,
P. Sousa


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » quinta set 07, 2006 12:53

Caro ptlsousa,

antes de mais seja bem vindo ao nosso fórum. Pelo que vejo é um apreciador da zimurgia que, infelizmente e pelo que tenho conhecimento, não tem um grande número de seguidores em Portugal, ao contrário do que acontece por outras paragens, nomeadamente EUA, Brasil e muitos países da Europa.
Já tinhamos lançado uma entrada no fórum relativa a este assunto e, como pode constatar, há várias pessoas interessadas. O grande problema reside no facto de existir algum desconhecimento relativamente aos equipamentos necessários, matérias-primas e, claro, técnica. Com o sue "know-how" talvez se consiga fazer uma coisa engraçada. No meu caso pessoal, tenho bastante interesse pelo assunto mas acabei por nunca me aventurar e experimentar. A falta de tempo tb é um problema pois a manutenção do site e do fórum, a par da minha vida pessoal e profissional, ocupam-me grande parte do dia.

Quanto à legislação que rege a elaboração e comercialização de cerveja, conheço apenas a portaria nº 1/96, de 3 de Janeiro que define e estabelece as características e regras de fabrico, acondicionamento e rotulagem das cervejas. Não sei se será este o articulado mais adequado à elaboração de cerveja caseira mas é o que conheço.

Finalmente, votei na opção razoável. A única experiência que tive foi na Holanda, através de um amigo meu que fabrica cerveja em casa. ele ainda estava a dar os primeiros passos pelo que, actualmente, acredito que a cerveja esteja bastante melhor. Na altura, tinha um pouco de gás a mais e havia grande quantidade de resíduo no líquido, que, se bem me lembro, era de um amarelo-escuro e opaco.


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » quinta set 07, 2006 13:33

Votei "Melhor...".
Não falo por experiência (nunca bebi cerveja feita em casa), falo pelo que tenho lido. Ao que parece (pelo menos é o que dizem) não é difícil fazer melhor que as "cervejas normais". E quando me refiro a "cervejas normais", estou-me a referir às vulgares "pale lagers", ou seja, 90% da oferta cervejeira dos supermercados. Não digo que qualquer um que tente fazer cerveja em casa faça logo melhor à primeira tentativa, mas um "homebrewer" experiente, acredito que sim.


mitos
BeerMaster
Mensagens: 340
Registado: quarta ago 23, 2006 10:59
Contacto:

Mensagempor mitos » quinta set 07, 2006 13:52

eu nao votei pq acho q nunca bebi nenhuma cerveja verdadeira/ artesanal, bebi ja umas quantas de pequena produçao, algo entre o artesanal e o industrial em pequena escala e dessas gostei principal/ plo seu caracter diferenciado

escrevo aqui so pra reafirmar q esta era uma aventura em q gostava mm muito de me meter, acho mm q é o ponto alto dum amante de cerveja

gosto mto da ideia de irmos trocando umas opinioes no sentido de um dia podermos testar qq coisa nesta area


Avatar do Utilizador
Cerbejolas
Beer Hunter
Mensagens: 67
Registado: quarta mai 31, 2006 0:59

Mensagempor Cerbejolas » quinta set 07, 2006 15:02

Boas.
Como já tinha dito antes, tenho grande interesse em produzir cerveja em casa. O que me tem detido tem sido mesmo a minha continua falta de tempo. E algum receio de me meter numa coisa e gostar tanto e nunca mais para! :D

Não tenho duvidas que uma cerveja feita em casa, com cuidado, carinho e boas matérias-primas sabe melhor do que qq cerveja industrial. Só o estarmos a beber uma coisa que é feita por nós proprios já é um prazer.´

Se calhar, o melhor método para começar acredito que seja pelos kits já existentes no mercado. pelo menos uma pessoa fica com uma ideia do processo geral porque se tem de passar para produzir uma cerveja.

Espero que esta parte do fórum evolua e qua haja mais corajosos a avnçar para a Zimurgia (bonita palavra :D )


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Kit's de extracto de malte

Mensagempor ptlsousa » sexta set 08, 2006 0:47

Boas...

Sim, para começar a fazer cerveja em casa, os Kit's de extracto de malte são muito bons. Atenção que eu disse que OS KIT'S SÃO BONS PARA COMEÇAR e não, que fazem boa cerveja.

Os Kit's podem ser de:
- Extracto de malte líquido ou sólido (pó);
- Extracto de malte e malte em grão (metade do mosto é feito com o extracto de malte e a outra metade é feita com o mosto e necessita da operação de brassagem) e
- Malte em grão.

Além do extracto ou malte em grão, o Kit também inclui o fermento e o lúpulo (no caso de este não estar incorporado no extracto de malte líquido).

Excluindo os Kit's, podemos fazer a cerveja comprando os maltes, os lúpulos e levedura à escolha.

Qual a verdadeira vantagem dos Kit's de extracto de malte ???

Acontece que, com esses Kit's, metade do processo vem pré-elaborado. Não há malte para moer, não há lúpulo para acrescentar e não é necessário ferver o mosto. O equipamento necessário também é muito reduzido (o que permite que se possa elaborar num apartamento, por exemplo).

Ou seja, como são menos "passos" a cumprir para fazer a cerveja, a probabilidade de errar é muito reduzida.

As únicas preocupações são a higiene do equipamento, a temperatura a que a fermentação ocorre e, claro, cumprir com rigor o procedimento (vulgo: "receita") que acompanha o Kit.

Importante:
Eu não sou nenhum "expert" nesta matéria. Baseio esta informação nos vários artigos que li durante estes anos. Como sabem, na Internet existe muita informação errada!

Aceito questões!

Um Abraço,
Pedro Sousa


mitos
BeerMaster
Mensagens: 340
Registado: quarta ago 23, 2006 10:59
Contacto:

Mensagempor mitos » sexta set 08, 2006 9:35

ola pedro

mto obrigado por esta partilha, ja agora aproveito pra abusar mais um bocadinho e por duas questoes:

1. qd diz q é possivel fazer cerveja num apartamento está a falar de q dimensões do equipamento? eu vi umas cubas q tinham 30L e essas infelizmente não me cabem em casa :-(

2. qual é a temperatura ideal do processo? mais uma vez isto dá pra fazer em casa? como controlar a temperatura

obrigado desde ja pla ajuda

mitos

p.s. lembrei-me de mais uma ;-) q água se usa? de nascente? mineral?


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » sexta set 08, 2006 17:28

Boas...

1 - É necessário ter um recipiente de cerca de 30 lts (a capacidade depende da quantidade que se vai fazer. Se só quiser utilizar Kit's até 12lts, só necessita de recipientes de 15 ou 16lts. O fermentador não pode estar cheio até ao topo.) Este recipiente (fermentador) pode ser um jerican (no meu caso :D ) ou um balde com uma boa tampa (para não deixar entrar microorganismos que podem estragar a cerveja).
Uma cuba de 30 lts, se for de inox e das utilizadas para vinho, ocupa um bocado de espaço e não é a solução mais barata.

Acho que toda a gente pode ter um balde de 30lts na cozinha (penso eu...).
Outra solução é dividir o mosto por garrafões de 5lts de plástico. Mas eu não aconselho essa solução.

2 - A temperatura depende do tipo de fermento que se está a utilizar.
O fermento (levedura) de cerveja é semelhante (não é igual) à levedura usada pelo padeiro para fazer o pão, que também é semelhante à levedura que transforma o açucar das uvas em álcool (vinificação). Mas no caso do vinho, tradicionalmente, as leveduras não são acrescentadas pelo Homem porque já existem na casca das uvas numa boa concentração. Há um tipo de cerveja (Lambic) que é feita pelo mesmo princípio (as leveduras não são acrescentadas pelo Homem, mas sim pela natureza. Para isto, deixam o mosto a arrefecer durante a noite ao ar livre...).
Sem entrar em grandes pormenores (que é o meu problema :D ), existem dois grandes tipos de cervejas (classificando pelo tipo de leveduras que utilizam):
- Ale's (fermentam a "alta" temperatura, geralmente entre 18 e 25ºC ) e
- Lager's (fermentam a "baixa" temperatura, geralmente entre 6 e 13ºC).

A temperatura ideal depende da levedura do Kit, e vem descriminada nas instrucções (geralmente vem em graus Fahrenheit e Celcius, por exemplo 60ºF equivalem a 15,5ºC).

Afirmativo, dá para fazer em casa!
Como?
Com um termómetro, ou melhor com um termómetro de cristais que se cola no fermentador (e que eu preciso de comprar... :D ).
O segredo está em colocar o fermentador num local sem grandes variações de temperatura (sem correntes de ar, etc).
A temperatura ambiente dentro de casa é adequada aos Ale's (a maioria dos kit's são Ale's). No caso das Lager's, fermentam-se no frigorífico. :D

A temperatura não precisa de ser regulada, basta medir previamente (enquanto planeias como e onde vais fazer a cerveja).

Parece complicado, mas não é!

Abraço,
P. Sousa


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » sexta set 08, 2006 18:55

Quanto à água (esqueci-me de incluir no Post anterior), utilizo água de uma nascente que fica a 5 minutos de casa.
Convém ferver antes de utilizar.


mitos
BeerMaster
Mensagens: 340
Registado: quarta ago 23, 2006 10:59
Contacto:

Mensagempor mitos » segunda set 11, 2006 10:25

pedro

muito obrigado plas tuas explicaçoes

estou cada vez mais convencido a começar, ou plo menos a tentar :-)

vou começar por ver essa solução de comprar as coisas às partes em lojas mais baratas em vez de comprar o conjunto todo la no site

a ver vamos se me safo

mais uma vez obrigado por esta partilha de experiencias

abraços
mitos


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » terça set 12, 2006 13:32

Não tenho duvidas que uma cerveja caseira bem feita pode ser melhor que a maior parte das cervejas de fábrica que por aí circulam. Basta ter a oportunidade de viajar um pouco e visitar aquelas "tascas" alemãs que produzem poucas centenas de litros de cerveja por ano, de forma artesanal, para nos apercerbemos da excelência que certas cervejas alcançam.
Infelizmente, o meu apartamento não é muito grande e com a miudagem e dois Labrador Retrivier não dá para ter espaço para quaisquer veleidades na área da produção de cerveja em casa.
Mas fico satisfeito por haver aqui pessoas corajosas e que estão dispostas a avançar no projecto. Para mostrar o meu apoio, ofereço-me como cobaia para as primeiras provas que se venham a fazer! 8)

Cumps,


mitos
BeerMaster
Mensagens: 340
Registado: quarta ago 23, 2006 10:59
Contacto:

Mensagempor mitos » terça set 12, 2006 14:47

a inscriçao como cprovador de cerveja caseira foi aceite! corresponde o numero de serie 378.293 :D eh eh eh brincadeirinha

claro q qd obtiver a primeira produçao bebivel a estreia mundial sera aqui no forum q a viu nascer ;-)


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » terça set 12, 2006 23:33

Boas...

Vou partilhar uma experiência com a malta deste fórum, que apesar de não ser cerveja, é uma excelente introdução ao mundo da zimurgia.

Há alguns dias atrás, no dia 6 de Setembro, reparei que haviam muitas maçãs no chão do quintal. Pensei em fazer cidra!

O objectivo idealizado não era fazer uma grande quantidade de cidra mas sim partilhar convosco esta experiência e explicar o que se passa durante a fermentação.

Comecei por tirar os caroços e o podre às maças com uma faca bem afiada. A casca da maça não foi retirada!
Com uma máquina de fazer sumos de fruta, transformei as maças em sumo. Coloquei este sumo dentro de um garrafão de 5 lts de água.
Limpei e arrumei tudo para eliminar provas do "crime" (é neste ponto que os pais e/ou namoradas podem chatear! Evitem! ). :D

Imagem
Sumo de Maçã acabado de fazer.
Reparem nas diferentes fases ou camadas (a casca moida concentra-se em cima do restante sumo). Não existe depósito.
Bela côr, ah?

Guardei este sumo, sem ter acrescentado nada, com a tampa do garrafão apenas encostada.

No dia 10 de Setembro, observei que o sumo tinha um aspecto turvo. Conseguia ver particulas a moverem-se para baixo enquanto outras se moviam para cima. As bolhas de CO2 também eram visíveis. O cheiro denunciava a fermentação (mas era necessário colocar o nariz na abertura do garrafão).

Imagem
O aspecto era este.
Reparem no depósito!

De momento, a cidra está a perder a turvação.
Prometo mais fotos!

Então vamos lá tentar perceber o que se passou:

À semelhança com a cerveja, o açucar das maçãs substitui a maltose do malte. Não é necessário lúpulo porque não se trata de cerveja.

Porque não acrescentei levedura?
Porque apareceu o depósito no fundo e o líquido turvou?

Alguem quer arriscar?

Abraço,
P. Sousa

Estou a preparar um site para breve!


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » terça set 12, 2006 23:52

Boas!

Vou arriscar uma hipótese para a primeira pergunta. Deixo a segunda para outro se divertirem. :wink:

O pormenor de ter dito que deixou as cascas da maçã foi essencial. Tipo pista à Sherlock Holmes. Presumo que tenham sido estas que ajudaram à fermentação inicial. Caso tivesse retirado as cascas, acho que seria necessário adicionar levedura. Aliás, estando a tampa do garrafão ligeiramente encostada, faz com que outros fermentos "selvagens" contribuam para a transformação do açucar em álcool, ao género de uma lambic belga. Estou muito longe da realidade?

Um abraço e obrigado por esta excelente experiência (e imagens).


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » quarta set 13, 2006 0:09

Exacto!

As leveduras (selvagens) já existem na casca da fruta, principalmente das muito adocicadas.
As leveduras usadas no fabrico do vinho (pressumindo o método tradicional), já estão na casca da uva.

Li, algures na W.W.W., que determinado indivíduo que fermentava frutos e cereais para destilar álcool, quando não tinha leveduras disponíveis para acelerar o processo de fermentação (utilizam leveduras especiais que são muito resistentes ao álcool e permitem obter-se concentrações por vol. na ordem dos 18%), utilizava sultanas (as vulgares uvas "secas").
Porquê?
Na casca dessas uvas, devido à alta concentração de açucares, vivem leveduras permanentemente. Daí as "uvas passas" e ameixas secas serem tão boas para o nosso intestino... :D

Mas o fermento no fundo da garrafa de cerveja artesanal também é!

Já agora, de acordo com um livro sobre Cerveja de Trigo que li recentemente, para que as leveduras da cerveja sejam prejudiciais ao organismo humano, é necessário beber o equivalente a 5 lts de cerveja (exemplo para a cerveja de trigo não filtrada).

Abraços,
Pedro Sousa


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » quarta set 13, 2006 0:15

Boa! Começo a perceber um bocadinho deste mecanismo da fermentação! :D
Agora a segunda questão parece-me um bocado mais difícil... (na realidade, não sei bem porque acontece 8) ) Mas, como disse, não vou estragar a brincadeira e deixar a outros a tentativa de perceber o que se passou durante esse processo.

Um abraço,


mitos
BeerMaster
Mensagens: 340
Registado: quarta ago 23, 2006 10:59
Contacto:

Mensagempor mitos » quarta set 13, 2006 14:41

estou fascinado com estas experiencias do pedro, parabens, sao de facto fantasticas, sobretudo pra um bicho de cidade como eu ;-)

eu nem arrisco respostas, delicio-me so com as dos outros


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » quarta set 13, 2006 15:06

Caro ptlsousa,

Muito obrigado por partilhar os seus conhecimentos connosco.

Quanto à sua segunda pergunta (porque apareceu depósito e o líquido turvou?), não sei a resposta, mas só para não ficar calado vou atirar :roll: : são leveduras fermentadas :shock:. Mas não tenho nenhuma teoria como podem ter sido formadas!... :o :)

Entretanto, deixe-me colocar-lhe outras perguntas:
Sempre que faz cidra, faz em garrafões de 5L? O garrafão de plástico transparente é o recipiente ideal para a fermentação de cidra, é aceitável, ou usou-o apenas para que possamos ver o que se passa lá dentro?
Onde guarda o garrafão durante a fermentação? E a que temperatura?

Mais uma vez, obrigado.


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » quinta set 14, 2006 5:58

Boas...

Vocês percebem disto! :D

Bom palpite!

Apesar de não ser totalmente correcto dizer "leveduras fermentadas" porque só fermentam os açucares (e não se fermentam umas às outras, apesar de a ideia até ser engraçada), eu percebi o que o amigo BeerTruck pensou.

O depósito, segundo os entendidos (vou ter de ler mais acerca deste assunto), é constituído por partículas diversas que sedimentam. Entre elas encontram-se leveduras mortas (devido à falta dos açucares que foram convertidos em álcool e CO2. A percentagem de álcool à medida que vai aumentando inibe a acção das leveduras. É por esta razão que existem estirpes de leveduras especiais para se obter altas concentrações de álcool...).

A turvação é causada pela actividade das leveduras (que estão dispersas pelo mosto, geralmente circulando de baixo para cima e vice-versa).

Respondendo às perguntas:

Sempre que faz cidra, faz em garrafões de 5L?
Negativo! Não costumo fazer cidra, apenas fiz para lançar esta questão dos fermentos. É mais fácil perceber como se faz cerveja sem o malte e o lúpulo a fazer confusão. :D
A última e primeira vez que fiz cidra foi à cerca de dez anos, porque havia uma quantidade enorme de maças maduras no quintal (e estava de férias).
Mas não há segredo nenhum! É como fazer vinho! Aliás, à quem esmague maçãs misturadas com as uvas de vinho verde para beneficiar o producto final.
O garrafão estava limpo e à mão. Como é barato, no final deito fora (aliás, já foi...) :D

O garrafão de plástico transparente é o recipiente ideal para a fermentação de cidra, é aceitável, ou usou-o apenas para que possamos ver o que se passa lá dentro?

É uma bela questão...
O recipiente ideal para ser usado como fermentador é o vidro ou o aço inoxidável porque não reage com substâncias de PH muito alto ou muito baixo (excluindo o caso da lixívia com o inox). A facilidade de limpeza é outro factor (é importante que o material não acumule aromas ou cheiros de fermentações anteriores) mas recipientes em plástico são amplamente aceitáveis para esta função.

É importante ver o que se passa durante a fermentação para que esta não se torne um mistério e para que motive a vigilância diária do mosto, apesar de, ser aconselhável que o mosto permaneça num local escuro.

Nesta experiência, o garrafão tem de ser entendido como uma actividade de reciclagem e como uma expressão do "Artesanal". :D

Onde guarda o garrafão durante a fermentação?

O garrafão (fermentador) foi guardado na despensa devido à já conhecida temperatura média (o cilindro da água quente está lá instalado e contribui para a temperatura óptima para a fermentação em dias mais frios).


E a que temperatura?

A temperatura, neste caso, é um factor aleatório. Não sabemos ao certo que tipo/os de levedura/as está/ão presente/es no mosto (ou bactérias). Portanto, no caso de ser mais do que uma estirpe de leveduras, provavelmente terão uma temperatura óptima de acção, diferente uma da outra. É semelhante ao caso das cervejas Lambic!

É um bocado "à sorte"! Lá haverá uma levedura que fermente à temperatura em que estiver o mosto.
Agora que fermente BEM, isso é outra história.

Agradeço as questões!
Espero ter sido claro...

Abraço,
Pedro Sousa


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » quinta set 14, 2006 9:55

ptlsousa Escreveu:Espero ter sido claro...

Nada turvo! Claríssimo!
Abraço.


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » segunda set 18, 2006 18:46

Caros amigos,

Peço desculpa pela seguinte falha:

- No português correcto, vinho feito a partir de maçãs designa-se por Sidra ( e não Cidra, como escrevi anteriormente).

As minhas desculpas!


Avatar do Utilizador
Migas82
Já saca as caricas fora!
Mensagens: 10
Registado: segunda set 04, 2006 1:07

Mensagempor Migas82 » terça set 19, 2006 1:55

Estou fascinado!! :D

Estive a ler a "experiência" de (s)cidra, do nosso caro Pedro Sousa e digo-vos que me deixa tentado a experimentar algo semelhante! :P

Depois de ler sobre o processo de fazer sidra caseira, investiguei um pouco na net (links no fundo) sobre o assunto e deparei com uma questão. Ao ver as fotos aqui no fórum, o que ficou a fermentar foi o sumo juntamente com a polpa e casca. Porém, o que estive a pesquisar separam a polpa do sumo, deixando este último a fermentar.
Por acaso, Pedro, não é possível brindar-nos com uma actualização (fotográfica) da sua produção caseira de sidra?

http://gardenspace.newarchaeology.com/make_cider.php
http://www.positron.org/brewery/cider_2005/

Um abraço!


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » terça set 19, 2006 2:36

Boas...

Eu apenas retirei o sumo da maçãs com uma vulgar máquina de fazer sumos de fruta. A polpa que observou estava misturada no sumo e ao fim de algumas horas tomou o aspecto da primeira fotografia.

Vou tirar umas fotos e colocar no forum, apesar da sidra já estar engarrafada.

Já agora, esses sites estão muito porreiros...

Abraço,
P. Sousa


Avatar do Utilizador
Migas82
Já saca as caricas fora!
Mensagens: 10
Registado: segunda set 04, 2006 1:07

Mensagempor Migas82 » terça set 19, 2006 14:30

ptlsousa Escreveu:... apesar da sidra já estar engarrafada.

Já agora, esses sites estão muito porreiros...


Boas...

Os sites não foram nada que uma pesquisa no google não mostre :P , mas comparando o processo lá descrito com o efectuado aqui no fórum, estranho um pouco o facto da sidra já se encontrar engarrafada. Será plausível dizer que devido ao facto da polpa e casca estarem misturadas com o sumo, que haja uma aceleração do processo de fermentação?
Outra questão que me tem intrigado é o facto da rolha estar apenas "encostada". Tem mesmo que ser assim ou não há problema em fechar o garrafão?

Deixo aqui estas dúvidas :) !

Um abraço!


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » terça set 19, 2006 18:00

Ora vamos lá ver...

A fermentação durou mais do que uma semana. Após a fermentação no garrafão, decantei (retirei o máximo de líquido límpido e eliminei o depósito) para uma garrafa também de plástico, onde repousou durante mais uns dias. De seguida engarrafei com um grão de arroz em cada garrafa.

Se fechasse o garrafão, o CO2 resultante da actividade das leveduras selvagens (eu não acrescentei leveduras) iria acumular-se até atingir uma pressão suficiente ao rompimento do garrafão.

Também não deixei a fermentar sem a tampa, porque há umas moscas que adoram as fermentações...

Podia ter colocado uma válvula borbulhadora (como se usa no fabrico de cerveja) mas não o fiz.

O que eu fiz pode não ser o melhor exemplo. Mas, como já expliquei, esta fermentação foi elaborada para mostrar que a fermentação não é complicada e que pode ser espontânea.

Abraço,
P. Sousa


Avatar do Utilizador
Migas82
Já saca as caricas fora!
Mensagens: 10
Registado: segunda set 04, 2006 1:07

Mensagempor Migas82 » quarta set 20, 2006 0:21

Caro P. Sousa,

Obrigado por todas as dicas e palavras gentis sobre este assunto. Toda esta conversa, deixou-me tentado a fazer igualmente tal experiência com maçãs :oops: ... Como é possível obter sidra a partir de um método algo rudimentar sinto, que pode ser que sirva para que, aos poucos, vá ganhando alguma experiência para um dia me lançar na produção caseira de cerveja! :wink:

Um grande abraço!


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » sexta set 22, 2006 0:53

Caro Pedro, só por curiosidade, como vai a brincadeira da sidra?

Esta experiência que fez deu algum líquido bebível ou foi só uma mera demonstração académica?

Fiquei interessadíssimo nesta sua experiência e, tal como diz o Migas, é um excelente ponto de partida para perceber o processo de fermentação e outras fases de elaboração.

Acho que me vou atirar algo semelhante brevemente. Talvez já mesmo este fim-de-semana. Recomenda algum tipo específico de maçã ou, para o efeito, é indiferente?

Abraço.


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » sábado set 23, 2006 1:06

Boas...

De momento a sidra está engarrafada a carbonatar e a envelhecer (alguns meses).
No momento em que engarrafei, provei uma pequena quantidade. O sabor é agradável, com pouco CO2 e ligeiramente ácido (tipo vinho verde).

O tipo de maçã, segundo o meu ponto de vista, é indiferente. Se for muito doce, maior é o grau alcoólico obtido.

O resultado pode variar entre um espumante muito saboroso e uma bebida muito ácida (fermentação acética devida à sobre-exposição ao Oxigênio).

Abraços,
Pedro Sousa


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » sábado set 23, 2006 1:24

Aqui estão as fotos da Sidra na garrafa (ex-garrafas de cerveja Russa) :D

Imagem
Reparem no grão de arroz (para a fermentação secundária)

Imagem
O líquido ainda está ligeiramente turvo. Vai melhorar com o tempo!

Abraços,
Pedro Sousa


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » sábado set 23, 2006 13:16

Caro ptlsousa,

já comecei o processo da sidra caseira. A primeira parte foi fácil :)
Moí as maças (tipo starking) e coloquei o sumo/polpa num garrafão de água de 5 litros, deixando a tampa ligeiramente aberta.
Não estou à espera de obter grande coisa mas apenas ver o processo de evolução e de fermentação da coisa.
Caso tenha alguma dúvida vou ter de o aborrecer :wink:

Cumps.
Última edição por bmxutos em sábado set 23, 2006 14:04, editado 1 vez no total.



Voltar para “O PROCESSO DE ELABORAÇÃO”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes