Página 3 de 3

Enviado: quarta fev 11, 2009 23:32
por Mazer_ado
Afastado do Gang do Gambrinus por circunstâncias da vida, volto ao vosso convivio... depois de 4 livros, 3 kits e uma wit-Allgrain (tou a preparar o post) eis que me vou iniciar nas notas de prova.
Com o palato muito mais educado, desperto e guloso decidi com o Confrade Reis investir no ElcorteI... começo por uma favorita:

Tirei-a do frigorifico 1/2 hora antes para a levar aos 10º e ela me levar ao céu.
Imagem

O meu palato está muito mais educado, dizia-me ele baixinho a cada gole:
put@ de cerveja.. put@ de cerveja..put@ de cerveja

Imagem

Fui lambendo a coisa...girando o copo para manter a espuma cremosa como o mar...primeiro um sabor doce, redondo, chocolate? quase. A meio do copo, ficou o malte. Muito.Bom. No fim de cada gole um pontapé na lingua. Seco. Amargo.Bom.

Acabou-se...olho para o copo...volto a pisar o chão. recosto-me e o meu palato ..arrota (filho da put@ sem educação)...amanhã bebo outra. Amén

Imagem

Patrocinio: Queijo de cabra do Alentejo :)

Enviado: quarta fev 11, 2009 23:52
por canecao
:mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Parabéns!

Para primeiro post degustativo não está nada mal!!! Venham mais! :wink:

Enviado: quinta fev 12, 2009 1:19
por ptlsousa
Mazer_ado Escreveu:Acabou-se...olho para o copo...volto a pisar o chão. recosto-me e o meu palato ..arrota (filho da put@ sem educação)...amanhã bebo outra. Amén


Demais! Tem influências de "Vilhena"! :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Enviado: quinta fev 12, 2009 2:11
por bmxutos
:)) :)) :))

Está excelente a descrição!!!

Venha de lá esse post sobre a wit allgrain.

Abraço,

Enviado: domingo fev 15, 2009 23:18
por Mazer_ado
Gélida como sempre. Abordei-a como sempre fiz ao longo destes anos...

Com uma mão no pescoço, fiz-lhe saltar a tampa...ela soltou um suspiro.
Levei-a para o leito, comecei a deita-la vendo o seu corpo surgir...lentamente...no final, um movimento brusco e eis que surgem os seus cabelos alvos, fortes, perfumados.
Cheirei-os.
Toquei-lhes.
Levei-a à luz para ver a sua pele branca, alva.
Mordi-a como se não houvesse amanhã.
Explodiu na minha boca com todo o sabor da fruta: banana , laranja, transportou-me em núvens de espuma ao Alentejo... o Trigo, os coentros o sol das manhãs de verão.
Cavalgámos em goles profundos planicies onduladas e terminamos.

Extasiados.Cansados. eu de beber, ela de se deixar beber.
Não tenho fotos, coisas intimas não se trazem a público.
Só a Hoegaarden sabe assim.

Enviado: segunda fev 16, 2009 10:03
por canecao
:mrgreen: :mrgreen:

Outro post excelente!!!

E concordo plenamente: a Hoegaarden pode ser maquiavélica!!! Muaaaahhhhhhhh!!! :))

Enviado: quarta fev 18, 2009 23:42
por Mazer_ado
A vida monastica surpreende-me pela sua violência, passada entre orações, penitências e silêncios, esta cerveja (benta?,sagrada?) é um salmo a esta secura de sentimentos.


Imagem

Austera. O lúpulo puxado à categoria de cilício. A boca inunda-se como um hábito que cobre todos os milimetros de lingua. Não sabe a muito...é de uma simplicidade de cela no entanto encerra sabedoria infinita (quem já fez cerveja sabe do que falo).

Imagem

Não tem fim de boca, porque ataca no principio. Não deixa nada para o fim, estende-se em oração da ponta da lingua à entrada do estomago.

Bebe-se fresca como a agua benta. no entanto não é fácil de beber... quem disse que as coisas fáceis são boas?

Enviado: sexta mar 20, 2009 22:31
por Mazer_ado
Amolei a faca (Deus sabe que as tenho de modo que posso fazer a barba com o Cutelo).
Abri o Lombo fumado de Portalegre. Deixa-o respirar...
Abri a garrafa. Deixei-a respirar...
Pão fresco, et voilá tudo se conjugava para Pecar...e Pequei. Sem perdão.

A espuma cresce como a Volupia, suja de malte, por filtrar, fermentada no recanto da garrafa, envergonhada por se reconhecer tão bela.

Finalmente encontram-se a Carne,o Pão e o Sangue de Cevada...

Assaltou-me o Chico Buarque:
"Nessa noite lancinante
Entregou-se a tal amante
Como quem dá-se ao carrasco
Ele fez tanta sujeira
Lambuzou-se a noite inteira
Até ficar saciado
E nem bem amanhecia
Partiu numa nuvem fria"


Imagem

Hoegaarden Verboden Vrucht

Enviado: sábado mar 21, 2009 0:14
por canecao
Mazer_ado Escreveu:Amolei a faca (Deus sabe que as tenho de modo que posso fazer a barba com o Cutelo).
Abri o Lombo fumado de Portalegre. Deixa-o respirar...
Abri a garrafa. Dexa-a respirar...
Pão fresco, et voilá tudo se conjugava para Pecar...e Pequei. Sem perdão.

A espuma cresce como a Volupia, suja de malte, por filtrar, fermentada no recanto da garrafa, envergonhada por se reconhecer tão bela.

Finalmente encontram-se a Carne,o Pão e o Sangue de Cevada...

Assaltou-me o Chico Buarque:
"Nessa noite lancinante
Entregou-se a tal amante
Como quem dá-se ao carrasco
Ele fez tanta sujeira
Lambuzou-se a noite inteira
Até ficar saciado
E nem bem amanhecia
Partiu numa nuvem fria"


Imagem


Excelente momento!!!

Obrigado.

Enviado: sábado mar 21, 2009 1:13
por mmmoura
tou a adorar estas notas de prova, continua a mandalas!
Tao excelentes!

Enviado: segunda mar 23, 2009 23:23
por bmxutos
Também adoro estas descrições do Mazer. Não só me divertem como são, de facto, instrutivas e descritivas.

Obrigado por ires animando o pessoal.

Abraço,

Enviado: segunda mar 23, 2009 23:30
por Mazer_ado
Não sou um BJCP...ponto(s)

Aprecio as coisas boas da vida com o coração e não com a razão, portanto
Aroma,Aparência,Sabor,Presença na boca é tudo muito bonito mas ou dá pica ou não...tou zangado (nota-se?) não gostei ...ponto(s) porquê?

pouco gás, pouco sabor,pouco cheiro, pouco turva (afinal estou-me a candidatar ao BJCP) fui roubado. E fui investigar:
O Viegas diz que é boa, os meus amigos conhecedores da poda tambem dizem, caramba eu tambem devo gostar! (excluindo a improbabilidade de o meu palato ter opinião).

Humm... no site deles promove-se mais a tampa que o conteudo hummm
humm... é para beber pelo gargalo hummm


Imagem

Fui roubado! exigo a Demissão do Presidente!

Enviado: segunda mar 23, 2009 23:53
por Mazer_ado
Vou passar a beber menos.

Não fui convencido pela SWMO, é que um gajo anda às Freiras (Uma cerveja de convento só pode ser Freira) depois de seguida apanha uma destas e torce o nariz...tá mal.
É que a Leffe Radieuse é boa, mas os neurónios começam logo: ó psst, psst ai de baixo! que merd@ é esta pá? queke tás a beber? é uma trapist estragada? vê lá a data!.

Eu e o meu palato começamos: pessoal tenham calma isto é de Abadia não é de Convento...não se pode esperar mais, o travozito no fim a alcatrão é normal e tal e coiso, vejam esta côr se não é linda!...e os gajos: tá mas é calado, e não te deixes enganar pra próxima.

Meto o abre latas no saco e parto prá próxima: amanhã.
Imagem

Enviado: quarta mar 25, 2009 22:45
por Mazer_ado
Já me tinham dito: prova lá isto...mas fui deixando pra mais tarde. Depois do banho da "champ" e de um dia de trabalho do catano, resolvi passar um azeite caseiro nas batatas, cortar uma farronca de pão e abrir uma destas, (que combinação tão pouco Gourmet mas é para verem o estado bruto em que me encontro).

Meio desconfiado das coisas que quase são mas não são...pensei lá vem mais uma (se bem que a Boostels sabe o que faz)e dei um gole, nem prestei muita atenção à côr, naquele instante em que o gole ainda não passou para a garganta funda mas que os vapores já saem pela chaminé. Bum!
Fui chamuscado pelo raio Divino do Santo Gambrinus, porr@ que coisa boa!, que se lixem as batatas..mais um gole...ui..mais outro...ui! deixa lá cheirar: UI, deixa lá ver esta côr: EIA!, alcool nem vê-lo, mas tá lá. Ké quisto sabe? (diz o palato prós neurónios) nada de resposta tal não era o enleio lá pra cima.
Acorda um e diz: Malte...aniz...cravinho...coentros...caramelo. e os outros em unissono:Cála-te e xupa!.


Imagem

Enviado: quarta mar 25, 2009 23:13
por canecao
Tá visto que é geral: ninguém consegue não gostar da Karmeliet. :mrgreen:

Enviado: domingo mar 29, 2009 0:01
por barbas
Mazer_ado Escreveu:J
Acorda um e diz: Malte...aniz...cravinho...coentros...caramelo. e os outros em unissono:Cála-te e xupa!.]


Mas onde é que este homem andou escondido? :D

Esqueçam lá o ratebeer ou o beeradvocate, estas são as melhores notas de prova da net :mrgreen:

Venham de lá outras tantas.

Abraço

Fernando

Enviado: terça jun 02, 2009 23:10
por Mazer_ado
Reinauguro as minhas notas gostativas agora na vertente Craft Beer, o colega confrade Pedro Reis fez-me chegar ao frigorifico dois magnificos exemplares da sua ganadaria.

Quem já se rodeia como eu do kitch à volta das bejecas fui primeiro analizar a história por detras do nome: Janka, boa história boas fotos, mas depois apaguei a cache e o history do browser...
Depois fui conhecer a história da Brewhouse, mas é dificil de descobrir... pois nem o dono às vezes a descobre na sua garagem!!.

Abrimos então a porta ao mistério, despeja-se nua de cor karmelita, bonita mesmo, espuma solida e que se desmancha em suspiros, bebo....
cheiro....
aqui está um verdadeiro exemplar de uma I.P.A. de Tugal! (I.P.orraqueA.marga).
Mas corpo muito bom, acuçar residual qb, nota-se dominio da tubagem de cobre um verdadeiro malabarista da colher de cervejeiro. Parabéns...

Enviado: quarta jun 03, 2009 11:44
por pedro.m.reis
A Janca conseguiu algo que nunca esperei ser possível: despertar em cada pessoa que a prova reações completamente diferentes. A saber:

-"Tem aqui um sabor que não consigo identificar" (Feiticeiro)
-"Floral" (bmxutos)
-"Definitivamente flores" (Mitos/barbas)
-"Está diferente da outra que provei... já não me parece amarga (Feiticeiro)
-"IPA, bué amarga" (Mazer)
-"Não gosto muito" (SWAMBO)
-"Está boa"(SWAMBO)
-"Esta tb foste tu que fizeste?" (SWAMBO)
-"Eu gosto muito" (meu pai)
-"Tá fixe" (meu irmão)
-"Esta não me parece sopa de coentros" (meu vizinho)
-"É porreira mas prefiro a outra (misty)" (meu ajudante de elaboração)

Bem, a Janca está a acabar... faltam 2 ou 3 garrafitas...
Ainda não decidi se guardo 2 exemplares para o concurso, pq, basicamente, não se consegue encaixar num estilo... veremos

Enviado: quinta jun 04, 2009 12:28
por Cerevisiae
Caro Pedro,

Há duas Jancas iguais ??!

é que pelas opiniões parece que conseguiste uma cerveja diferente em cada garrafa!

É tipo alta cervejaria é tudo produtos exclusivos :)

abraço,

Fernando

Enviado: quinta jun 04, 2009 13:09
por Mazer_ado
A Janca é como todas as outras profissionais do ramo...tem várias faces depende da posição em que se encontra :)

Misty

Enviado: terça jul 28, 2009 23:36
por Mazer_ado
Misty-Tripel.
Produtor: Confrade Pedro Reis.

Ao abrir o exemplar numerado 37, do lote 1 da Misty, senti um peso na consciência, nada pessoal, mas de facto quando provo uma Artesanal o cabrão do cérebro procura os defeitos, desta vez contrariei o animal, primeiro porque o maldizente não encontrava nada e começaram a surgir excelentes notas cerealiferas... uma batida levedural muito boa, isto é música porra!!! música prás papilas e da boa.
Gostei muito. Equilibrada aromática (maldito dicionário de adjectivos que é tão pequeno).

Definitivamente uma receita a repetir e afinar com requintes de malvadez.

Ultimas cervejas provadas

Enviado: terça out 27, 2009 12:07
por Gustavix
Ola a todos.

Ultimamente tenho provado uma serie de boas cervejas. De realcar:

Tripel Karmeliet - Sem duvida a minha preferida. Embora seja uma cerveja com 8,3%, surpreende pela leveza.

Duvel - Uma cerveja optima, embora o alcool se faca notar. o gosto que deixa na boca é dos melhores.

De Koninck - A cerveja de Antuerpia, tambem nas "versoes"' Tripel. A minha preferida no entanto é a especial de inverno.

Kwak - Cerveja de gosto muito intenso.

Hooegarden - Uma cerveja branca, com um suave toque de citrinos

Belle Vue Kriek - Uma cerveja de cereja, embora eu a ache um pouco doce demais.

Leffe Blond

Leffe Bruin

Westmalle Dubel e Tripel - Como todas as Trappist, com um sabor muito particular

Orval - Mais uma trappist.

Tenho provado mais algumas, mas estas sao as minhas preferidas.

Grande abraco

Gustavo

Enviado: terça out 27, 2009 12:42
por bmxutos
Boas escolhas Gustavo. Está aí uma excelente selecção.

A propósito de belgas, tive recentemente uma grande desilusão com uma: a Hoegaarden Rose. A evitar. :(

Abraços,