Página 23 de 43

Enviado: terça jun 05, 2012 16:53
por barbas
Nem de propósito. Comprei essas duas na feira :D

Abraço

Fernando

Enviado: quarta jun 06, 2012 9:26
por nicko
Que feira Medieval é essa que estou a perder!???

Onde posso também adquirir esses belos exemplares?...

Também quero!

;)

Enviado: quarta jun 06, 2012 17:22
por Patricia
Infelizmente já terminou no domingo passado. Agora as próximas feiras medievais são em Vila Franca de Xira (8,9 e 10 de Junho) e Óbidos (19 de Julho a 12 de Agosto), mas eu não sei dizer se eles vão lá estar.

Enviado: quarta jun 06, 2012 18:30
por nicko
Mas quem são 'Eles'?...

Isto está a parecer um episódio do 'Lost'!

;)

Enviado: quarta jun 06, 2012 19:11
por Patricia
barbas Escreveu:Esses senhores (Sociedade Lusa de Cervejas) também importam cervejas da Vapeur e da Theresianer.


Peço desculpa :))

Foi falado na página anterior, costumam estar numa barraquinha com publicidade à kapittel e pelos vistos, segundo o user barbas são a sociedade lusa de cervejas.

Enviado: quarta jun 06, 2012 19:45
por nicko
Tou a ver então que tenho de fazer umas 'cruzadas' às proximas feiras medievais!...

:D

Enviado: sábado jun 09, 2012 0:38
por bmxutos
Oerbier Special Reserva 2009. Pontuação máxima no ratebeer. Merecidamente. Bons santos.

Imagem

Enviado: sábado jun 09, 2012 15:56
por barbas
nicko Escreveu:Mas quem são 'Eles'?...


Vai vendo no Facebook d'"Eles" onde os encontrar: http://www.facebook.com/sociedadelusadecervejas

Abraço

Fernando

Enviado: sábado jun 09, 2012 16:01
por barbas
Início de fim de semana com uma Evil Twin Hop Flood:

Imagem

Overdose de lúpulo, se é que esse conceito existe :P

Abraço

Fernando

Enviado: quarta jun 13, 2012 19:29
por barbas
A minha companhia para o Portugal-Dinamarca:

Imagem

Mais uma boa cerveja vinda do outro lado da fronteira. Esta Sagra Bohío é um barleywine que é anunciado como uma cerveja de sobremesa. E sem dúvida que ficaria muito bem como acompanhamento a uma sericaia com ameixa de Elvas. Hoje acompanhou bem a sobremesa proporcionada pelo sr. Silvestre Varela. Venha de lá a Holanda!

Abraço

Fernando

Enviado: domingo jul 08, 2012 23:04
por bmxutos
Abbaye des Rocs Grand Cru

Grande expectativa relativamente a esta cerveja visto ser um apreciador nato dos produtos da Abbaye des Rocs. E, como já falámos aqui anteriormente, a questão da expectativa pode ter efeitos diversos na hora da avaliação.

Neste caso, a Grand Cru decepcionou-me ligeiramente, em particular se comparada com a brilhante Brune. Ainda assim é uma cerveja muito rica, com alta carga de malte e notas de caramelo, melaço e amêndoas. No aroma nota a frutas maduras, nomeadamente cereja e pêssego. Lúpulo pouco presente quer no aroma, quer no sabor.

Cerveja complexa mas ainda assim fácil de beber, estando o álcool muito bem oculto. Cor castanha, espuma beige volumosa, toneladas de resíduo em suspensão. Carbonatação ligeiramente excessiva. O final é doce, prolongado, com um ligeiro medicinal mas ainda assim agradável, dadas as boas notas a mel e malte.

Aparência: 6/10
Aroma: 8/10
Sabor: 7/10
Palato: 6/10

Total: 6,75/10

Imagem

Enviado: domingo jul 08, 2012 23:13
por bmxutos
Companhia para hoje e que se tem revelado uma boa surpresa:
De la Senne Jambe-de-Bois, uma tripel bastante agradável.

Enviado: domingo jul 08, 2012 23:38
por bmxutos
Mikkeller Texas Ranger

Nos nossos encontros cervejeiros falamos muitas vezes de algumas cervejas que são simplesmente impossíveis de terminar. Muitas passam de imediato pela nossa mente: Tango, Green, Salitos, etc. Bom, dizer isso de um produto da Mikkeller até parece sacrilégio mas esta Texas Ranger foi mesmo... complicada!

Alguns de vós por certo se lembrarão de uma cerveja preta com adição de malaguetas elaborada pelo Vasco e degustada pelos confrades na cave do pecado. Ora esta Texas Ranger, preo menos em termos de picante, não anda muito longe.

De cor muito escura, totalmente opaca, produz uma densa espuma de cor castanho-claro, com boa retenção e que deixa um pequeno laço ao longo da prova.

Com perto de uma década de existência, a Mikkeller já deve ter produzido quase todos os estilos de cerveja e, curiosamente, sem ter um espaço físico próprio. A Texas Ranger é uma experiência na área das Chili Beer, que pode eventualmente ser enquadrada nas "Specialty" segundo alguns manuais ou nas Spice/Herb/Vegetable segundo outros.

O malte torrado domina o aroma, ligeiramente fumado. O sabor é completamente subjugado pelo picante: extremamente intenso, opressivo, desagradável. Torna-se uma cerveja difícil de beber, não se percebendo o que poderemos fazer para aligeirar a prova: se refrescá-la mais, deixá-la evoluir no copo, diluí-la, eu sei lá. Sim, tem notas de madeira, chocolate negro, mas o que fica na memória é um encontro frontal com os benditos chipotle. Uma pena, pois percebe-se a boa base, com agradável untuosidade e corpo.

Não, não me convenceu. Lá a bebi, mas foi a custo.

Aparência: 7/10
Aroma: 7/10
Sabor: 4/10
Palato: 3/10

Total: 5,25/10

Imagem

Enviado: segunda jul 09, 2012 9:40
por andregoncalves
Bebi no sábado passado a malte de whisky da república da cerveja. Para quem não sabe é uma sasonal que eles têm por volta da primavera/verão.

Não é uma má cerveja. De cor dourada escura e ligeiramente turva, tem uma "cabeça" média mas sem grande densidade. Como seria de esperar a carbonação é média/alta, como praticamente em todas as cervejas nacionais. O aroma é de facto ligeiramente diferente do aroma convencional de mercado. Não é um aroma complexo, é uma mistura entre um aroma de trigo e um aroma de um malte que eles chamam de whisky, e que talvez até o seja. O sabor acaba por ser interessante porque tem um pouco de amargura, acidez e amargura.

Interessante, e acho que todos nós a devíamos provar, mas sem mais.

Abraço

Enviado: sábado jul 14, 2012 21:39
por bmxutos
Jambe-de-Bois

Uma Triple belga bem agradável da Brasserie de la Senne, que tem no seu portefólio cervejas tão boas como as Zinnebir e Taras Boulba. Escrito no rótulo podemos ler: "Belgian revolution Triple". Vejamos se assim é.

Bom, não há aqui nenhuma revolução. Apenas uma Triple bem conseguida e representativa do estilo. De cor dourada, ligeiramente turva, produziu uma volumosa espuma branca com excelente retenção. Deixa um bonito laço ao longo do copo à medida que a espuma - finalmente - abate.

No nariz, notas frutadas, com uma boa base de malte e lúpulo. Ligeira presença da levedura. Na boca a primeira impressão provém das especiarias, pimenta. Posteriormente domina o malte, o que redunda numa sensação doce, aumentada pela pouca notoriedade do lúpulo. Corpo médio e final seco e a especiarias.

Como disse é uma Triple muito interessante. Ainda assim menos atractiva do que as mencionadas Zinnebir e Taras Boulba.

Aparência: 8/10
Aroma: 6/10
Sabor: 7/10
Palato: 7/10

Total: 7/10

Imagem

Enviado: sábado jul 14, 2012 22:50
por bmxutos
Hacker-Pschorr Münchner Kellerbier - Anno 1417

Keller é um dos estilos que menos aprecio, ainda assim motivo insuficiente para não beber uma destas cervejas sempre que os nossos caminhos se cruzam. Para mais tratando-se de um clássico como uma Hacker-Pschorr.

Garrafinha de 0,5l com flip top. Algum resíduo ao servir, o que na minha opinião ate é bom, pois esse sabor costuma dar uma dimensão diferente à cerveja. De cor amarelo escuro, turva, espuma de boa dimensão e com suficiente retenção.

O aroma, como seria de esperar, não é dos mais impressionantes. Cereal, citrinos, tudo muito subtil ou eventualmente fraco. O sabor é tendencialmente doce, caracteristicamente Keller, pouco do meu agrado. Corpo leve, quase aguado. Baixa carbonatação. É, não obstante, uma cerveja bem refrescante, por certo sucesso garantido nos biergarten bávaros.

Final doce, notas do cereal, inexistência de algo que se assemelhe a lúpulo. Esta Hacer-Pschorr é um bom exemplar de Kellerbier e uma óptima opção se formos fãs de Lager. Eu continuo na minha...

Aparência: 6/10
Aroma: 5/10
Sabor: 5/10
Palato:6/10

Total: 5,5/10

Imagem

Enviado: sábado jul 21, 2012 12:23
por barbas
bmxutos Escreveu:O sabor é completamente subjugado pelo picante: extremamente intenso, opressivo, desagradável.


Já me assustaste IA_=

Tenho uma prima dessa na garrafeira, a Mexas Ranger (não, não é gralha, é mesmo assim o nome dela). Para além de 4 tipos diferentes de chili, leva milho, xarope de horchata, feijão preto, chocolate, folhas de abacate e epazote (uma erva aromática mexicana). Vamos ver se sobrevivo...

Imagem

Abraço

Fernando

Enviado: sábado jul 21, 2012 12:25
por barbas
Voltando a coisas mais normais, bom começo de fim de semana com uma Rooie Dop Chica Americana IPA. Smoooooth....

Imagem

Abraço

Fernando

Enviado: domingo jul 22, 2012 14:06
por barbas
É quase heresia que o melhor Kölsch que já provei seja feito em Frankfurt:

Imagem

Este Saphir tem um perfil aromático fantástico, muito na linha dos lúpulos nobres europeus, não fosse ele parente do Hallertauer Mittelfrüh.

Abraço

Fernando

Enviado: terça jul 24, 2012 13:07
por bmxutos
barbas Escreveu:
bmxutos Escreveu:O sabor é completamente subjugado pelo picante: extremamente intenso, opressivo, desagradável.


Já me assustaste IA_=

Tenho uma prima dessa na garrafeira, a Mexas Ranger (não, não é gralha, é mesmo assim o nome dela). Para além de 4 tipos diferentes de chili, leva milho, xarope de horchata, feijão preto, chocolate, folhas de abacate e epazote (uma erva aromática mexicana). Vamos ver se sobrevivo...

Imagem

Abraço

Fernando


Acredita que tive mesmo dificuldade em acabar aquilo! Mas no ratebeer está no percentil 99 ou algo semelhante. Vá-se lá perceber gostos...

Enviado: quarta jul 25, 2012 20:17
por bmxutos
Tongerlo Christmas

Versão Christmas da clássica Tongerlo, variedade essa que não nos indica grande coisa. De facto, de cada vez que bebo uma cerveja de Natal belga, sai-me uma coisa competamente diferente de um exemplar para o outro. Digamos que são de Natal pois apresentam um rótulo alusivo à época. Basta-nos isso.

Esta Tongerlo é um exemplar claro das Xmas, apresentando cor âmbar, ligeiramente turva, volumosa espuma de cor creme que colapsa com alguma rapidez mas que nunca desaparece por completo ao longo da prova. Deixa um pequeno laço no copo.

No nariz é pouco natalícia, apresentando elevada doçura, malte, caramelo, ligeiras especiarias. Muito cremosa na boca, aí sim se revela o seu espírito de época, com bom corpo, especiarias como pimenta e noz-moscada e subtil calor alcoólico.

Acaba por ser uma cerveja pouco encorpada para aquilo que se poderia esperar, pouco se diferenciando de uma "normal" Belgian Ale. Não deixa por isso de ser uma boa cerveja, na linha das restantes Tongerlo.

Aparência: 6/10
Aroma: 6/10
Sabor: 7/10
Palato: 6/10

Total: 6,25/10

Imagem

Enviado: quarta jul 25, 2012 22:41
por bmxutos
Lvivske 1715

Pale Lager proveniente de Lviv, na Ucrânia, aí elaborada pela Lvivska Pivovarnya, que pertence ao Grupo Carlsberg.

No ratebeer definem-a como uma Premium Lager. Sinceramente, e numa visão muito pessoal, não faço destrinça entre uma hipotética Premium e uma Pale Lager. Como bem sabemos, Premium é actualmente uma designação quase meramente pubicitária, utilizada para cobrar mais uns cêntimos por uma cerveja perfeitamene normal. Aliás, se se quiser passar de uma "simples" Pale Lager para algo ligeiramente superior então produza-se uma Pilsner.

Esta 1715 tem um teor alcoólico baixo (3,7%) e parece ser uma das cervejas mais consumidas da zona oeste da Ucrânia. Não se diferencia de milhares de cervejas comerciais que pululam por aí. Loura, espuma branca, pouca presença de lúpulo, caracteristico sabor a milho. Refrescante mas também monótona e aborrecedora.

Aparência: 6/10
Aroma: 4/10
Sabor: 4/10
Palato: 4/10

Total: 4,5/10


Imagem

Enviado: quarta jul 25, 2012 22:59
por bmxutos
Stare Misto

Mais uma cerveja ucraniana de Lviv, neste caso elaborada pela Persha Pruvatna Brovariya. Também classificada como Premium no ratebeer, assunto que já abordei na cerveja anterior.

Não vale a pena perder muito tempo com esta cerveja. Muito similar à Lvivske 1715, ligeiramente mais alcoólica (4,8%) e com maior percepção do milho, o que redunda num sabor menos limpo e seco. Banal.

Aparência: 6/10
Aroma: 4/10
Sabor: 4/10
Palato:3/10

Total: 4,25/10

Imagem

Enviado: quarta jul 25, 2012 23:49
por bmxutos
Arsenal Mitsne

Como não há duas sem três... sim, outra ucraniana, desta vez com 7,4% ABV (uauuu, uma Imperial Stong Lager) e elaborada pela Slavutych, outra marca do universo Carlsberg.

Quando temos uma cerveja já com algum álcool convém que o corpo acompanhe essa característica. Não é esse o caso. Corpo aguado, álcool a desequilibrar, final doce, cerveja para esquecer. O melhor nesta cerveja acaba por ser a cor, um âmbar escuro com reflexos de vermelho.

Aparência: 6/10
Aroma: 3/10
Sabor; 4/10
Palato: 4/10

Total: 4,25/10

Imagem

Enviado: quinta jul 26, 2012 11:54
por andregoncalves
Boas malta,

Eu não tenho o domínio em prova de cerveja como tem o Bruno mas aqui vão algumas notas sobre as minhas últimas provas. A maior parte destas cervejas foram compradas no cervezalandia e algumas no el corte ingles.

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem
ImagemImagemImagemFont Salem 100% maltaImagemImagemImagem


Cá ando eu na minha odisseia de tentar provar todos os estilos do ratebeer. E já foram mais 5:

- Barley Wine (Flying Dog Horn Dog Barley Wine - 3.5);
- Old Ale (Southern Tier Old Man Winter Ale - 3.6);
- Sweet Stout (Left Hand Milk Stout - 3.6);
- Cream Ale (Mikkeller/Revelation Cat Cream Ale - 3.5);
- Wheat Ale (Guineu Sitges - 3.1).

A minha segunda Smoked (De Molen Bloed, Zweet & Tranen - 3.6). Mais umas Porter e Schwarzbier da Brewdog para a colecção (BrewDog Christmas Porter - 3.3 e BrewDog Zeitgeist - 3.5). Mais 4 belgas (Satan Gold - 3.1, Achel 8 Blond - 4, Het Kapittel Watou Blond - 3.4, Jupiler - 1.9). Uma cubana (Cristal - 1.6) e uma espanhola (Font Salem 100% Malta - 2.4).


De todas estas as que mais se destacaram foram claramente a Achel Blonde 8%, a De Molen Bloed Zweet & Tranen e eventualmente a Southern Tier Old Man Winter Ale. Íncrivel a Achel. Estava à espera de uma Strong Ale habitual, e surpreendeu-me a azedura equilibrada com doçura e o aroma rico em ervas aromáticas e malte. A De Molen destaca-se pelo aroma profundo a fumo, uns quantos níveis acima da única Smoked nacional (República da Cerveja malte de whisky).

Gostei da barley wine da flying dog, mas infelizmente não me surpreendeu! Já me tinham dito aqui no fórum que ia adorar, mas ainda não foi desta!

A brewdog cumpre como quase sempre, mas a zeitgeist agradou-me bastante pelo aroma expressivo a café. Eventualmente superior a uma krostitzer.

Gostei bastante de experimentar uma Guineu, é uma cervejeira espanhola que eu tenho andado a reparar que anda a dar cartas, sobretudo no que toca à sua cerveja de Low Alcohol a Guineu Rider, que está em primeiro no ratebeer com 3.42.

Notas negativas para a Cristal de Cuba e a Jupiler. A cristal está muitos furos abaixo de uma super bock, só se escapa o facto de se estar a beber uma cerveja cubana. A Jupiler é uma pale lager banalíssima que acho escandaloso estar à venda em Portugal, unicamente sob o pretexto de ser uma cerveja belga. A 100% Malta do corte ingles não é tão má como parece. Tem algum aroma interessante a malte, mas falta-lhe profundidade.


E assim me despeço, com um total de 294 cervejas provadas, 66 estilos de 73. Quem tiver berliner weisse, kolsch, eisbock, scottish ale, mild ale e malt liquor, que se acuse! :-)


Abraços!

Enviado: quinta jul 26, 2012 12:24
por chimay
andregoncalves Escreveu:Cá ando eu na minha odisseia de tentar provar todos os estilos do ratebeer. E já foram mais 5:

- Barley Wine (Flying Dog Horn Dog Barley Wine - 3.5);
- Old Ale (Southern Tier Old Man Winter Ale - 3.6);
- Sweet Stout (Left Hand Milk Stout - 3.6);
- Cream Ale (Mikkeller/Revelation Cat Cream Ale - 3.5);
- Wheat Ale (Guineu Sitges - 3.1).


Interessantíssima, esta tua "busca". Um objetivo bem engraçado, o de experimentar todos os estilos. Alguns dos que te faltam não vão ser propriamente fáceis, mas a Schneider Aventinus Eisbock costuma aparecer em algumas lojas online que por aqui se vai falando.

Enviado: quinta jul 26, 2012 20:26
por bmxutos
chimay Escreveu:
andregoncalves Escreveu:Cá ando eu na minha odisseia de tentar provar todos os estilos do ratebeer. E já foram mais 5:

- Barley Wine (Flying Dog Horn Dog Barley Wine - 3.5);
- Old Ale (Southern Tier Old Man Winter Ale - 3.6);
- Sweet Stout (Left Hand Milk Stout - 3.6);
- Cream Ale (Mikkeller/Revelation Cat Cream Ale - 3.5);
- Wheat Ale (Guineu Sitges - 3.1).


Interessantíssima, esta tua "busca". Um objetivo bem engraçado, o de experimentar todos os estilos. Alguns dos que te faltam não vão ser propriamente fáceis, mas a Schneider Aventinus Eisbock costuma aparecer em algumas lojas online que por aqui se vai falando.


Sim, muito interessante todo o conceito. Aliás, beber cerveja boa é sempre uma grande ideia! :D

Abraços,

Enviado: quinta jul 26, 2012 20:31
por bmxutos
E a companhia para hoje é: Hoppin’ Frog Mean Manalishi Double I.P.A.

Imagem

Saúde!

Enviado: quinta jul 26, 2012 21:47
por nogueiraf
andregoncalves Escreveu: A cristal está muitos furos abaixo de uma super bock, só se escapa o facto de se estar a beber uma cerveja cubana.!


Apenas um aparte sobre a cristal, quando estive em cuba informaram me que existiam 2 cervejas, uma forte (Bucanero, já vi no ECI como Cubanero) e uma fraca (Cristal).
Pelos visto não perdi nada em nunca a ter bebido por lá :wink:

Enviado: quinta jul 26, 2012 21:50
por chimay
nogueiraf Escreveu:
andregoncalves Escreveu: A cristal está muitos furos abaixo de uma super bock, só se escapa o facto de se estar a beber uma cerveja cubana.!


Apenas um aparte sobre a cristal, quando estive em cuba informaram me que existiam 2 cervejas, uma forte (Bucanero, já vi no ECI como Cubanero) e uma fraca (Cristal).
Pelos visto não perdi nada em nunca a ter bebido por lá :wink:


As cervejas das Caraíbas têm pelo menos uma qualidade, a coerência. É que são todas globalmente más :mrgreen: