Página 1 de 1

Abominável? Nadinha!

Enviado: sexta nov 21, 2008 23:18
por VicMaP
Imagem
Que dizer desta cerveja da Great Divide Brewing Company? Que dizer de uma cerveja que nos “fica” na boca durante tempos infindos? Que tem uma presença forte? Pois, mas só isso é curto e injusto. Falar da sua Imperial personalidade? Também. Mas só?
Como sabem alguns, interessa-me saber as opiniões de outros, antes de me aventurar na degustação de uma cerveja, até porque, não tendo tido esse cuidado noutras alturas, já apanhei mais do que uma vez, grandes desilusões. Ora, quanto à Yeti, li uma observação muito curiosa: dizia alguém que, deitada no copo, a cerveja “cheirava” a dois passos de distância. Tal observação deixou-me a pulga atrás da orelha, mas achei um excesso “romântico” do provador. Uma cerveja de cheiro tão acentuado?
Pois ontem tive ocasião de comprovar a veracidade da afirmação. Escuríssima, a espuma - densa, cremosa, bege muito escura - forma-se só após totalmente vertida no copo, e permanece, teimosa, até ao fim da degustação.
O aroma, a torrados, cafés e chocolates, é intenso como já foi dito e o ambiente fica requintadamente perfumado.
Do sabor se dirá que é marcante, excepcional, uma mistura explosiva de cafés torrados e chocolates negros, especiarias e, porque não? um fundo de tabaco de cachimbo de excelente qualidade. Comparado com a Guinness, que, pela sua universalidade, geralmente serve de termo de comparação às stouts encorpadas, diria que a Yeti é menos agressivamente amarga e melhor balanceada. Perfeita.
Mas que melhor elogio se lhe poderá fazer que dizer que, tratando-se de uma cerveja robusta - 9,5%Abv - nunca durante a degustação essa força se faz notar?
E o <em>aftertaste</em> é qualquer coisa inexplicável, quase como aquelas pilhas que duram, duram, duram…Passadas 24 horas, parece-me sentir-lhe ainda a presença, e isso já quer dizer alguma coisa.

Enviado: sábado nov 22, 2008 2:10
por GoRDiK
Já estou a salivar. :D Pois na encomenda que efectuei pedi um Monstro das neves.

Enviado: sábado nov 22, 2008 19:27
por emsfc
Eh pá, vou já a correr pôr no frigorífico uma das poucas Imperial Stout que me restam, porque já me está a crescer água na boca.
Não deve chegar aos calcanhares de uma Yeti, mas é feita por mim, e só por causa disso até sabe melhor :D :D :D

Grande abraço Vic e parabéns por mais uma fantástica review!

Enviado: sábado nov 22, 2008 22:59
por barbas
Essa Yeti é realmente um monstro :D

Provei-a na churrascada do Concurso (cortesia do Bruno) e fiquei fascinado, por um lado, pela complexidade de sabores e, por outro, como o Vic aponta, pela facilidade com que se bebe uma cerveja de 9,5% ABV e não se nota o álcool.

Poderíamos até fazer fazer um paralelo com os vinhos da Califónia (sim, eu sei, o mitos vai insultar-me por puxar a conversa para o lado da uva :D ). As cervejas americanas que tenho bebido (com especial destaque para as Great Divide e Anchor) têm um grande carácter, fruto do cuidado com que são feitas e da qualidade dos ingredientes, mas têm também um grau de perigosidade associado à facilidade com que rapidamente esquecemo-nos da sua graduação. Caso flagrante disso é por exemplo a Great Divide Hibernation Ale que numa prova cega juraria a pés juntos que nunca chegaria aos 8,1%.

Os excelentes Zinfandel, Cabernets e Merlots da California têm o mesmo "problema". Quando damos por nós já lá vão os 75 cl. :mrgreen:

Abraço

Fernando

Enviado: domingo nov 23, 2008 11:29
por bmxutos
barbas Escreveu: Essa Yeti é realmente um monstro :D
Poderíamos até fazer fazer um paralelo com os vinhos da Califónia (sim, eu sei, o mitos vai insultar-me por puxar a conversa para o lado da uva :D ). As cervejas americanas que tenho bebido (com especial destaque para as Great Divide e Anchor) têm um grande carácter, fruto do cuidado com que são feitas e da qualidade dos ingredientes, mas têm também um grau de perigosidade associado à facilidade com que rapidamente esquecemo-nos da sua graduação. Caso flagrante disso é por exemplo a Great Divide Hibernation Ale que numa prova cega juraria a pés juntos que nunca chegaria aos 8,1%.

Os excelentes Zinfandel, Cabernets e Merlots da California têm o mesmo "problema". Quando damos por nós já lá vão os 75 cl. :mrgreen:

Abraço

Fernando


Eheh,

adoro estes pedacinhos de cultura cervejeira/gastronómica que o nosso barbas vai partilhando connosco. Um must!

emsfc Escreveu: Não deve chegar aos calcanhares de uma Yeti, mas é feita por mim, e só por causa disso até sabe melhor


caro Edson, podes ter a certeza que a tua Imperial estava soberba e que chega de certeza pelo menos aos calcanhares da Yeti. Quem me dera ter também uma aqui no frigorífico para poder voltar a degustá-la. É que Yeti's ou outras I.S. ainda vão aparecendo. Agora a tua Stout era única.

Abraços,

Enviado: quinta dez 11, 2008 20:10
por Mazer_ado
Onde é ke posso encontrar Americam Carft Beers cá em Tugal?

Enviado: sábado dez 13, 2008 0:33
por bmxutos
Mazer_ado Escreveu:Onde é ke posso encontrar Americam Carft Beers cá em Tugal?


Boas.

Cá no burgo craft americanas é coisa que não existe. Se bem me recordo, nem no Corte Inglés. Os custos de exportação para a Europa torna essas cervejas quase proibitivas. Mas se quiseres experimentar, podes encomendar umas cervejas na loja que o Vic recomendou, a espanhola estucerveza. tem lá uma dezena de cervejas americanas bem agradáveis.

Abraço,