Novo CEO da Unicer

Para todos os assuntos que não se enquadram nas outras categorias. Anedotas, links, dúvidas informáticas, etc. Evite comentários políticos, religiosos, desportivos ou de venda de produtos. Há dezenas de fórums dedicados a essas temáticas.
RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Novo CEO da Unicer

Mensagempor RTS157 » sexta set 08, 2006 15:04

Vem este texto a propósito da recente nomeação do Dr. Pires de Lima para a administração da Unicer. Sendo esta uma matéria delicada, convem referir que não conheço o senhor e que, como político e deputado, não me verão a fazer qualquer tipo de análise. Já relativamente à sua vertente de homem de negócios, conheço apenas aquilo que vem nos jornais e noticiários: parece que foi um bom gestor na Compal.

Isto vem a propósito do quê? Estava recentemente a ler uma notícia relacionada com a Cervejaria Abadessa, uma pequena produtora de cerveja brasileira, com alguma tradição e criada por pessoas que, desde sempre, tiveram algum relacionamento com este tipo de indústria. Aliás, no Brasil, existem muitas empresas em que a administração é composta por pessoas com grande interesse pela cerveja e que, de um modo ou outro, sempre estiveram ligadas a este tipo de negócio.

Pus-me a imaginar a diferença que existe para Portugal. Já não falo nas pequenas cervejarias que é algo que, como já antes falámos, teima em não entrar no mercado português. Penso antes no facto da inexistência de um bom gestor que tenha um gosto conhecido por cervejas.
De facto, posso ter andado distraído, mas já alguém ouviu o Dr. Pires de Lima a falar de ales, lagers ou porters? Obviamente que um bom gestor, ainda por cima numa área tão importante e numa empresa tão grande, não tem obrigatoriamente de saber sobre cerveja. Mas se tiver algum gosto especial sobre o tema e conhecimentos é capaz de ajudar e mesmo sensibilizar os consumidores.

Posso estar completamente enganado mas alguém imagina o Dr. Pires de Lima, num jantar importante, a pedir uma cerveja SB? Ou uma imperial? Tz mais um Barca Velha ou um Pêra Manca, não? Como digo, não é obrigatório andar sempre a beber cerveja mas pelo menos defender, de vez em quando, a sua dama.

Isto apenas revela o espírito economicista das nossas empresa. Não quero propriamente que elas entrem em falência mas a falta de um bom gestor com verdadeiros conhecmentos na área da cerveja é um sinal de que, enquanto tiverem lucro e pouca concorrência, estas empresas não se vão preocupar com aquela franja de consumidores que procura produtos de qualidade, mesmo que a preços mais elevados.
Desculpem lá mais este desabafo mas não consigo deixar de ficar desiludido com a situação do mercado de cervejas no nosso país.... :?


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » sexta set 08, 2006 19:31

Actualmente, antes de ser um produtor de cerveja, a Unicer é uma grande empresa, detentora de uma grande marca e da qual os accionistas querem tirar o máximo lucro. O produto em si passa a segundo plano. É triste mas é verdade. No Brasil, na Ambev, deve-se passar o mesmo, tal como na Bud, na Miller, S&N, etc.


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Re: Novo CEO da Unicer

Mensagempor beertruck » sexta set 08, 2006 19:35

RTS157 Escreveu:Posso estar completamente enganado mas alguém imagina o Dr. Pires de Lima, num jantar importante, a pedir uma cerveja SB? Ou uma imperial? Tz mais um Barca Velha ou um Pêra Manca, não? Como digo, não é obrigatório andar sempre a beber cerveja mas pelo menos defender, de vez em quando, a sua dama.

Se bebesse uma SB para substituir o flute de champagne de aperitivo, já era qualquer coisa... Mas não estou bem a ver a cena...


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » quarta set 13, 2006 0:11

Caro RTS157,

como o beertruck diz, a Unicer é essencialmente uma empresa virada para o lucro, quer faça sumos, águas, cervejas ou empreendimentos turísticos. O simples reconhecimento por elaborar cervejas de qualidade não mantém postos de trabalho e não permite a distribuição de dividendos pelos accionistas. Nesta óptica, a escolha do Pires de Lima acaba por ser uma boa jogada: é um bom gestor, com provas dadas numa empresa do sector (Compal) e, para além do mais, deve ter excelentes contactos no mundo financeiro e político depois de ter sido deputado e membro destacado de um partido.
Aliás, a Unicer tinha de se mexer, após as excelentes jogadas empresariais e de marketing que a Centralcer lançou nos últimos tempos pela mão do seu presidente, Alberto da Ponte, ao qual devemos agradecer, em grande parte, o lançamento da Bohemia.


mitos
BeerMaster
Mensagens: 340
Registado: quarta ago 23, 2006 10:59
Contacto:

Mensagempor mitos » quarta set 13, 2006 14:55

dois comentarios, um acerca de cada um dos srs ceo's q se falam por aqui

conheço o pires de lima so enquanto figura publica e reconheço o excelente trabalho q fez na compal, por mero acaso almoçamos ha uns tempos na mm tasca algures no meio do alentejo profundo e ele bebeu mm umas imperiais à maneira (e ainda nao era ceo da unicer). espera-se portanto q mantenha o habito :wink: . espera-se q ele consiga inverter o caminho um nadinha estranho q a unicer está a seguir no q toca a inovaçao e novos produtos

conheço melhor o alberto da ponte q foi meu chefe ha uns anos e dele acredito q nao entrará em restaurante nenhum, desde a tasca da esquina até ao tavares rico, q nao peça uma sagres, garantido a 99% (os outros 1% vao pra agua do luso :lol: ). por este lado acho q podemos esperar mais e melhor inovação, plo menos na linha do que tem vindo a acontecer

temos portanto as cervejeiras nacionais bem entregues no q toca a gestao, sao dois excelentes profissionais, com foco total no lucro das empresas q gerem. e portugueses, o q é um motivo de orgulho pra todos

a velha questao da escolha entre lucros, inovação, aposta em nichos de mercado, etc e tal será o mercado (nós proprios) a decidir. qd der lucros eles apostam, ate la cabe-nos a nós :D


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » domingo set 17, 2006 0:16

Saiu um artigo pequeno mas interessante sobre este assunto no novo jornal Sol, mais propriamente no caderno Negócios.
O texto centra-se mais no Alberto da Ponte mas também menciona o Pires de Lima.


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » sexta out 20, 2006 0:02

Saiu mais um artigo no caderno de economia do semanário Sol, de 14 deOutubro, desta vez relativo à vida futura da unicer. O título, sugestivo, é "Revolução suave na Unicer".

Entre vários aspectos interessantes, frases há que me ficaram na retina:

- "O novo ciclo do grupo de bebidas manterá a aposta em Angola , corrigirá o tiro em Espanha..."

- "No novo paradigma, o lucro é essencial. Depois de uma fase de investimento e expansão, os accionistas querem retorno. Em Julho e Agosto, o desempenho superou o orçamento e os resultados melhoraram 30% face ao ano passado (...) A outra é o fim da guerra de preços que aumentavam as vendas, mas degradavam a margem".

- "Uma nota interna de Pires de Lima apelando à informalidade de vestuário, à partilha de informação e ao tratamento pelo nome, sem recurso à pomposidade do doutor ou engenheiro, é outro sinal exterior da nova cultura".

- "António Pires de Lima foi o primeiro a dar o exemplo. Seguiu numa ronda de vendedores e trocou impressões com os principais clientes do canal alimentar".

Aconselho toda a gente que tem interesse pelo meio a ler o artigo por completo. Estas foram talvez as frases que mais sobressairam e que merecem mais reflexão...


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » sexta out 27, 2006 10:17

Outra notícia agora do sítio Meios e Publicidade:
A Associação Portuguesa de Produtores de Cerveja (APCV) apresentou ontem o código de Auto-Regulação dos Cervejeiros. O objectivo da iniciativa passa por demonstrar que os players do mercado cervejeiro têm consciência da responsabilidade inerente à comunicação de bebidas com álcool, sendo que o documento enumera algumas regras de conduta.

Com o Governo a preparar o Código do Consumidor, a APCV vem agora dizer que o sector é capaz de controlar a sua comunicação comercial. O documento apela a um sentido de responsabilidade na comunicação comercial de cervejas, sobretudo no que diz respeito a grupos de risco, como jovens e grávidas, e a situações de risco, como a condução e o trabalho. No documento, a APCV “impõe que a comunicação comercial dos seus associados seja honesta, verdadeira e em caso algum contribua directa ou indirectamente, para o abuso do consumo de cerveja; possua um sentido de responsabilidade social, promovendo o consumo moderado e responsável de cerveja; promova o sentido de responsabilidade individual e social do próprio consumidor; em caso algum ultrapasse os limites da ética, da dignidade e da integridade humana”. O código de Auto-Regulação dos Cervejeiros prevê ainda que se possam apresentar queixas, sendo que o parecer sobre as mesmas será emitido pelo júri de Ética Publicitária do Instituto Civil de Autodisciplina Publicitária.

Recorde-se que o Governo prevê, com o novo Código do Consumidor, alterar a lei da comunicação comercial. Se o Código for aprovado, a lei irá proibir a publicidade às bebidas sem álcool em horário televisivo entre as 7h e as 22h30, no casos em a marca umbrella seja responsável pela produção das variantes álcool e sem álcool. O Código pretende ainda que seja proibido o patrocínio por marcas de bebidas alcoólicas a eventos desportivos e culturais.


Mas não foi a selecção nacional de futebol que renovou o patrocício com a Sagres até 2010 ou 2012? Ou vai haver um regime de excepções? E quem patrocina os festivais de música de Verão, frequentado em grande parte por pessoas com idade inferior a 18 anos? Complicado.....


mitos
BeerMaster
Mensagens: 340
Registado: quarta ago 23, 2006 10:59
Contacto:

Mensagempor mitos » sexta out 27, 2006 11:03

pois estas questoes acabam sempre por ser uma faca de dois gumes

a questao central é saber-se se a publicidade, fomentando o consumo, tambem fomenta por arrasto o abuso. é q consumo e abuso sao duas coisas muitissimo diferentes (e facilmente distinguiveis por quem tem a cabeça no sitio)

claro q a publicidade pode pode ter um papelzito menos positivo na estimulaçao do consumo plos jovens por exemplo, mas é mm um papelzito

como alguem disse um dia: o mal nao é o alcool, é o alcoolismo

e agora digo eu: e entre os dois vai uma diferença abismal

pra alem de tudo o resto esta coisa da auto regulação (com a qual tendo a concordar pq abomino tudo o q seja regulamentar a vida das pessoas por decreto) é tb uma optima maneira de garantir (ou plo menos forçar) q o governo continua fora disto, o q so por si ja é uma excelente razao


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » quarta nov 15, 2006 10:47

Será que já é mãozinha do novo CEO?

in Meios e Publicidade, de 15/11/2006

Super Bock lança cerveja à pressão para uso doméstico

"A Unicer apresentou ontem, à comunicação social, a Super Bock XpresS, um sistema de cerveja à pressão para uso doméstico. A Super Bock XpresS estará disponível a partir de 17 de Novembro, em algumas lojas da grande distribuição, pelo PVP de 197€ (equipamento).

O barril de cinco litros de tara perdida terá um PVP de 12€. Enquanto fechado o barril tem a validade de 6 meses e depois de aberto a validade de um mês. Cada barril de 5 litros dá para cerca 25 imperiais. Segundo a Unicer esta inovação apresenta-se como um “sério candidato a gadget no topo das preferências neste Natal”. A Unicer pretende fazer um lançamento de Natal que concorra com os “brinquedos para o homem adulto” e com os electrodomésticos familiares.

O consumidor tipo deste produto são sobretudo homens, apreciadores de cerveja, entre 35 e 39 anos. Para comunicar este produto, a Unicer irá recorrer às novas tecnologias de comunicação para chegar aos consumidores-alvo em detrimento dos tradicionais canais de comunicação. Para isso vai apostar nos meios de comunicação online, tendo desenvolvido uma campanha para os principais meios para o público-alvo: Messenger, IOL, Sapo e Record.

Os utilizadores registados no site www.superbock.pt e os visitantes serão, por sua vez, alvo de uma acção de teaser e revelação para dar a conhecer Super Bock XpresS. Paralelamente, foi desenvolvido o macro site www.superbock.pt/xpress, onde os consumidores poderão inscrever-se no Clube XpresS. Serão, ainda, realizadas acções de demonstração e degustação de cerveja nos foyers das principais salas de cinema, que contarão também com a projecção do filme promocional.

Nos 7 centros comerciais em que o equipamento estará disponível para venda, serão utilizados os circuitos fechados de televisão. Os consumidores poderão encontrar nos lineares das cervejas pequenos ecrãs de televisão que vão animar todo o espaço, com o filme explicativo da montagem do sistema XpresS. Equipas de degustação e demonstração estarão nas lojas em que o equipamento está disponível, por um período de 17 dias.

A Unicer investiu 1,5 milhões de euros nesta inovação e no lançamento deste produto. A Flama, SA será responsável pela distribuição e assistência técnica da máquina.

A Unicer está a exportar esta embalagem, desde Maio, para os mercados suecos e croata, através das marcas Carlsberg e Tuborg."


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » terça fev 20, 2007 23:52

Não sei se por opção ou se por atracção nata pelas camaras (e jornais), o Dr. Pires de Lima tem sido notícia constante nos meios de comunicação social nos últimos meses, nomeadamente desde que está à frente da Unicer. Aliás, mesmo nos seus tempos de CDS-PP, não se furtava nada a um breve surgimento em qualquer telejornal. Como disse, são opções, mas deve-se louvar o espírito do Dr. António da Ponte, que faz e que, pelo que (não) se vai vendo nos jornais, nem parece que o está a fazer. Enfim, diferentes formas de estar na vida!

Vem isto a propósito de mais uns, como poderei designar, comentários feitos pelo CEO da Unicer à presença desta firma em Angola, um mercado que é dominado pela cerveja Cuca da francesa Castel. Esta notícia saiu no caderno de negócios do jornal Sol de 17 de Fevereiro. Infelizmente, não consegui encontrar o link para a página de internet onde se encontra esta notícia pelo que, quem esteja interessado em lê-la, terá provavelmente de consultar a edição impressa. Não existe nenhuma novidade de relevo, apenas a confirmação de que para a Unicer, Angola é um mercado de primordial importância.


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » sexta fev 23, 2007 0:51

Mais uma novidade no mundo da Unicer. Seguindo a linha de desenvolvimento delineada pelo seu actual "chefe", a empresa procura focar-se nos negócios tradicionais das cervejas e das águas tendo por isso vendido os dois espaços de restauração que tinha no cais de Gaia: o café Bogani e a República da Cerveja. Se o 1º caso ainda é compreensível, já a 2ª situação levanta algumas dúvidas e incertezas. Espero apenas que, com este negócio, não desapareçam todas aquelas cervejas diferentes que costumavam existir nesse espaço. Que se vão os bifes mas que fiquem as cervejas!


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » segunda dez 31, 2007 15:18

Porque nem sempre as coisas são mal feitas, louve-se a iniciativa da Unicer na criação deste espaço na www. O site poderia ser um pouco melhor executado, está com umas falhas gráficas, mas bom, o que conta afinal é o objectivo:

http://www.serresponsavel.com/

Aproveito para vos desejar um excelente 2008, com muitos sucessos pessoais e profissionais.


Avatar do Utilizador
ptlsousa
Beer Master
Mensagens: 716
Registado: quarta set 06, 2006 22:56
Localização: Maia

Mensagempor ptlsousa » segunda dez 31, 2007 18:04

Uma iniciativa de louvar e que gostava ser imitada pela indústria tabaqueira...


Abraço,
P. Sousa

Chuck Reid Escreveu:Na teoria, não existe diferença entre Teoria e Prática.
Na prática, existe!
RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » domingo jan 11, 2009 23:50

Boa noite,
não sei se tiveram oportunidade de ler um frente-a-frente entre os Srs. Pires de Lima e Alberto da Ponte que saiu no jornal Expresso ainda antes do final do ano. Discutem-se maioritariamente generalidades, o que é pena. Ninguém quis abrir muito o jogo. Ficamos a saber que a aposta maior destes dois senhores é o mercado de Angola. Que se saiba, ninguém os ouviu falar no lançamento de cervejas de alta qualidade (infelizmente já não posso utilizar a palavra gourmet pois foi entretanto comercialmente conspurcada por uma conhecida marca).

http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stori ... ies/490413


beertruck
BeerMaster
Mensagens: 529
Registado: quarta jul 12, 2006 10:19

Mensagempor beertruck » terça mar 24, 2009 15:32

Neste momento, a Super Bock está a precisar de uma campanha deste género:


Queca Super-Bock

Um tipo levou a namorada para uma praia deserta. Desaperta-lhe o top do biquini e ela começa a refilar porque ali não dava jeito, que havia muita areia, que ainda se arranhavam e ia entrar areia por todo o lado, etc... O rapaz disse então:


- Calma! Não há nada que não se resolva!!!





E foi ao carro buscar uma grande toalha da Super Bock,que estendeu. A namorada deitou-se em cima da toalha. Ao puxar-lhe a cueca do biquini, uma rajada de vento levantou a ponta da toalha e ela reage novamente, dizendo que se iam encher de areia, que a toalha voava, que se arranhavam, etc... E ele:


- Calma! Tudo se resolve.


Foi ao carro e trouxe 4 latas de Super Bock, colocando uma em cada canto da toalha, para esta não esvoaçar. Como ela estava sempre a implicar com tudo, teve a ideia de trazer também uma venda do carro e para lhe pôr à volta dos olhos. Continuaram...





Já a rapariga estava nua, quando perguntou:


- Trouxeste preservativo?


E o namorado:


- Aqui não tenho, vou buscar ao carro.



Enquanto foi ao carro, passou um gajo que andava a fazer 'jogging'. Ao deparar com a tipa nua e vendada, deitada na toalha, primeiro aproxima-se, começa a mexer e, como ela não se nega, não hesita e 'por aqui me sirvo': salta-lhe para cima!!!


Após ter comido a menina, afasta-se e diz:


- F..da-se! Com uma campanha destas, agora é que eles rebentam mesmo com os gajos da Sagres...


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » quinta abr 23, 2009 23:09

Para quem é apreciador de coisas torpes e boçais, aconselho vivamente a leitura desta entrevista. Admira-me é como certa sujidade humana consegue chegar a determinados cargos...

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=28 ... 0000000024

Já agora, se entretanto não tiverem vomitado, leiam os comentários que esta acção e uma entrevista como esta promovem:

"• 23:57 - Hugo
Sempre gostei mais de Calsberg, Super Bock, e Cristal, Viva a Unicer, Viva o Sporting. SCP"

"• 15:12 - S. C. P.
Até que em fim que largamos a Sagres, esta empresa sempre deu mais regalias ao Benfica, agora só têm o que merecem, além disso a Super Bock é mais saborosa, mais suave e não se fica com aquela sensação de estarmos cheios apenas com uma cerveja." :))


Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » quinta abr 23, 2009 23:36

Caro RTS,

já deu para perceber que não gostas muito do senhor Lima, mas acho que não vale a pena exaltarmo-nos por estas coisas ou utilizar linguagem menos própria para com o senhor. Aliás, ele já terá por certo problemas que cheguem para resolver em virtude da incompetência da sua administração, que conseguiu tornar um líder destacado num número dois. De facto, os últimos dados da AC Nielsen provam que a Sagres é líder nos últimos 6 meses. Acho que é castigo suficiente para o homem...


RTS157
Beer Expert
Mensagens: 178
Registado: quarta mai 31, 2006 0:13

Mensagempor RTS157 » sexta abr 24, 2009 0:10

Pois, tem toda a razão. Peço desculpa pelas palavras mais fortes e falta de bom senso.

Mas confesso que há coisas que ultrapassam os limites da minha tolerância, sendo uma delas ver este senhor falar com grande desplante sobre o mercado cervejeiro, sobre as suas grandes qualidades e sobre a lisura das suas acções. Alguém que mandou cá para fora a Abadia Gold ou a Tango!

Pessoalmente, teria vergonha de me posicionar assim na vida. Mas cada um age consoante a sua consciência e educação. Talvez por isso ele seja CEO da Unicer e eu não.

Cumps.


Avatar do Utilizador
Rasec
THE BrewMaster
Mensagens: 457
Registado: quinta set 21, 2006 22:50

Mensagempor Rasec » sexta abr 24, 2009 10:15

RTS157 Escreveu:Pois, tem toda a razão. Peço desculpa pelas palavras mais fortes e falta de bom senso.

Mas confesso que há coisas que ultrapassam os limites da minha tolerância, sendo uma delas ver este senhor falar com grande desplante sobre o mercado cervejeiro, sobre as suas grandes qualidades e sobre a lisura das suas acções. Alguém que mandou cá para fora a Abadia Gold ou a Tango!

Pessoalmente, teria vergonha de me posicionar assim na vida. Mas cada um age consoante a sua consciência e educação. Talvez por isso ele seja CEO da Unicer e eu não.

Cumps.



Verdade seja dita, a Tango foi lançada nos tempos do Ferreira de Oliveira, e embora não gostes do conceito em si, era um bom produto (um conceito de refrigerante/bebida alcoólica diferente para um determinado nicho de mercado, que não é obviamente o nicho onde te encontras)!


Já da Abadia Gold não posso dizer o mesmo... é uma cerveja fraca, posicionada como se fosse boa, para um nicho de mercado que supostamente percebe do alguma coisa do assunto... só erros portanto!


Quanto aos resultados da Nielsen, são bem explicáveis Bruno, e só por si não dizem grande coisa, a Central "compra" cota de cerveja, a Unicer assumiu não querer entrar na guerra de preços e deixou essa luta, obviamente que perdeu alguma cota, mas pasme-se, faz mais lucro e traz mais dividendos :wink:


Eu também não posso com o homem, como bem sabem, mas acho que "back to basics" da Unicer é positivo. Quer para a empresa quer para o mercado.


Brewmaster
Avatar do Utilizador
bmxutos
Site Admin
Mensagens: 3047
Registado: terça mai 16, 2006 2:07
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor bmxutos » sexta abr 24, 2009 10:36

Rasec Escreveu: Quanto aos resultados da Nielsen, são bem explicáveis Bruno, e só por si não dizem grande coisa, a Central "compra" cota de cerveja, a Unicer assumiu não querer entrar na guerra de preços e deixou essa luta, obviamente que perdeu alguma cota, mas pasme-se, faz mais lucro e traz mais dividendos :wink:


É compreensível.

Agora, obviamente que nem preciso de te mencionar a questão de ser líder de mercado. Trabalho em contratação e sei bem a importância disso. A política da Unicer pode ser muito boa para os accionistas, mas duvido do seu mérito a longo prazo. Mas como não gosto de fazer futurologia... a ver vamos.

RTS157 Escreveu: Pois, tem toda a razão. Peço desculpa pelas palavras mais fortes e falta de bom senso.

Mas confesso que há coisas que ultrapassam os limites da minha tolerância, sendo uma delas ver este senhor falar com grande desplante sobre o mercado cervejeiro, sobre as suas grandes qualidades e sobre a lisura das suas acções. Alguém que mandou cá para fora a Abadia Gold ou a Tango!

Pessoalmente, teria vergonha de me posicionar assim na vida. Mas cada um age consoante a sua consciência e educação. Talvez por isso ele seja CEO da Unicer e eu não.


Não é preciso pedir desculpa por nada. O meu objectivo não foi praticar a censura ou dizer que não se pode escrever isto ou aquilo. Ainda para mais estando na véspera da comemoração do 25 de Abril! Acho apenas que nos exaltamos com coisas que não merecem tanta atenção.

O ambiente do futebol é podre e sujo e qualquer coisa que lhe toque tende a ser arrastado para esse lodo em que os agentes futebolísticos se movem. É por isso que alguns políticos gostam muito de se envolver na área. O cheiro é-lhes característico. Agora vejo com tristeza que as empresas cervejeiras seguem o mesmo caminho. Seria necessário? Os publicitários deles lá saberão. Isto de uma empresa promover que um clube rasgue um contrato que tem com outra empresa é torpe e não merece comentários. Tal como não merece comentário aquele enorme cartaz publicitário da SB sempre que vamos a sair do Porto a dizer "orgulho em ser tripeira". E daí? Eu, por exemplo, tenho muito orgulho em ser lisboeta mas não será por isso que deixo de beber produtos da Unicer, caso a ocasião se proporcione ou me apeteça.

Portanto, obrigado pelos sempres interesantes comentários.

Abraço,



Voltar para “ASSUNTOS DIVERSOS”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes